Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Junho de 2024

Sidrolandia

Envio de livros a escolas de ensino fundamental deve ser mais dinâmico a partir de 2015

Para que os livros não cheguem com atrasos a esses alunos, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) vai lançar o sistema

Assomasul

14 de Novembro de 2014 - 10:25

A partir do próximo ano, um sistema deve facilitar o acesso e a disponibilidade dos livros naquelas escolas que encontram-se com dificuldades para ter acesso. O Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) compra e distribui obras didáticas aos alunos do ensino fundamental e médio, na modalidade regular ou Educação de Jovens e Adultos (EJA). 

Para que os livros não cheguem com atrasos a esses alunos, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) vai lançar o sistema. Com ele, será possível que escolas cadastrem o número de estudantes matriculados e os livros que receberam a mais ou a menos. 

O PNLD visa a universalizar o acesso a livros didáticos, acervos de obras literárias, obras complementares e dicionários nas escolas públicas de ensino fundamental e médio.

O programa é executado em ciclos trienais alternados. Assim, a cada ano o FNDE adquire e distribui livros para todos os alunos de determinada etapa de ensino e repõe e complementa os livros reutilizáveis para outras etapas.