Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 21 de Abril de 2021

Sidrolandia

Equipe do Samu consegue ‘ressuscitar’ homem vítima de ataque cardíaco

Dezenas de pessoas se aglomeraram para acompanhar a situação. Os servidores trabalharam por nada menos que 30 minutos para conseguir ressuscitar o idoso

Dourados News

05 de Novembro de 2014 - 13:49

Uma ação tensa que, felizmente, teve um final ‘feliz’. Um homem de 70 anos que seguia a pé no cruzamento das ruas Joaquim Teixeira Alves e Hayel Bon Faker no Centro de Dourados, na manhã desta quarta-feira (5) foi ressuscitado após sofrer um mal súbito e cair no meio da rua vítima de uma parada cardíaca. O caso aconteceu por volta das 9h46 quando uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionada por populares para atender a ocorrência.

Enquanto os socorristas da Unidade de Suporte Avançado se dirigiam ao local, uma médica orientava um popular pelo telefone para que fizesse massagem cardíaca na vítima, que estava inconsciente. Esse popular era o instrutor de trânsito Michael Cáceres Urunaga, 30, que coincidentemente ministrava uma aula do curso de primeiros socorros de uma autoescola próxima do local.

“Um aluno viu o senhor caindo na rua e me chamou aí acionamos o Samu. Ele estava sem respirar e roxo. Eu fiquei fazendo a massagem cardíaca e aí ele voltou, mas logo depois que a equipe do socorro chegou ele parou novamente. Foi um momento de muito nervosismo”, relatou o instrutor.

Dezenas de pessoas se aglomeraram para acompanhar a situação. Os servidores trabalharam por nada menos que 30 minutos para conseguir ressuscitar o idoso.

“A massagem cardíaca feita pelo popular até a nossa chegada foi muito importante. Ele estava com uma parada cardíaca que necessitava da massagem e, posteriormente, do choque. Executamos pelo menos três ciclos de manobras avançadas e medicação e conseguimos que ele voltasse a apresentar um ritmo cardíaco normal”, explicou o médico do Samu, Luís Alves da Silva Neto, que há dois anos trabalha em Dourados e nunca tinha passado por um atendimento do tipo em via pública.

“É muita adrenalina para a equipe. Foi um trabalho realmente de muito sucesso nosso, felizmente. Nos desdobramos diariamente em inúmeras ocorrências e quando temos êxito na nossa missão de salvar vidas é algo realmente de muita satisfação. A equipe ficou muito emocionada com o trabalho que conseguiu fazer e pelo reconhecimento da população que presenciou a cena. É algo gratificante e que nos estimula”, disse Neto, que durante o atendimento estava acompanhado do enfermeiro Patrick Irber, da médica Ana Paula Devecchi (que auxiliou pelo telefone) e do socorrista Gil Holanda.

Após ser ressuscitado, o homem de 70 anos identificado apenas como ‘Ademilson’ conversou com a equipe de socorristas ainda no local e depois foi encaminhado para o Hospital da Vida, onde permanece internado na emergência, em observação.

Para Urunaga, que fez a primeira massagem cardíaca no idoso e no momento em que falou com a reportagem não sabia o fim da história, o sentimento também foi de satisfação. “Eu não sabia que tinha dado tudo certo. Acompanhei o socorro do Samu, mas depois tive que voltar para a aula do curso. Fico feliz que deu tudo certo. Estava ansioso para saber. Espero que ele se recupere bem”.