Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 23 de Abril de 2024

Sidrolandia

Estado forma 104 novos bombeiros que irão reforçar efetivo

Segundo o governador, a chamada dos remanescentes deve atender aos projetos de expansão do Corpo de Bombeiros que terá novas unidades nos município de Caarapó e em Sidrolândia

MS Notícias

03 de Junho de 2011 - 11:00

Mato Grosso do Sul tem o efetivo do Corpo de Bombeiros Militar reforçado com 104 novos soldados graduados ontem (2) em solenidade que contou com a participação do governador André Puccinelli. A formatura reuniu autoridades e familiares dos novos bombeiros no quartel do 1º Grupamento, na Avenida Costa e Silva, em Campo Grande.

O governador ressaltou para os soldados o orgulho que eles devem sentir ao vestir a farda e por ter o compromisso de servir a população sul-mato-grossense.

“É com muito orgulho que incorporamos estes 104 bombeiros. Quando estendi o diploma para o primeiro colocado lhe disse que Mato Grosso do Sul se honra de recebê-lo e que ele cada vez mais nos orgulhe. É o mesmo que digo a todos vocês, para tenhamos dentro da farda o orgulho de ser sul-mato-grossense”, destacou Puccinelli em seu discurso aos novos bombeiros.

De acordo com o comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Estado, coronel Ociel Ortiz Elias, Campo Grande será a cidade que com maior número de soldados incorporados ao efetivo, cerca de 40 continuam na Capital e serão lotados em oito unidades. “O restante seguirá para o interior. Serão 14 municípios recebendo este reforço. Temos 21 cidades com unidades dos bombeiros e 14 estarão recebendo soldados formados hoje”, explicou o comandante-geral homenageado pelos formandos da “Turma coronel Ociel Ortiz Elias”.

No interior os soldados serão encaminhados para Dourados, Corumbá, Amambai, Coxim, Paranaíba, Chapadão do Sul, Naviraí, Ivinhema, Porto Murtinho, Bataguassu, Aparecida do Taboado, Mundo Novo, Ponta Porã e Nova Andradina.

“Com a formatura destes soldados o Estado busca a melhoria dos serviços prestados pelos bombeiros em Mato Grosso do Sul na atividade de salvamento de pessoas e de bens”, destacou o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini.

O curso que durou nove meses começou em setembro para candidatos aprovados no concurso público realizado em 2010. A formação foi composta por 1.400 horas/aula, com 21 matérias específicas para o conhecimento do soldado bombeiro militar.

“É sempre bom ter um reforço na segurança pública e me sinto honrado de fazer parte deste trabalho, porque segurança é tudo o que a população mais precisa”, afirmou o formando Wellington Castro da Silva, de 21 anos. Para ele o período de formação foi um dos mais importantes para a nova carreira, “porque são conhecimentos que nós adquirimos e que não são importantes só para o serviço militar, mas como cidadão”, completou.

Remanescentes

Conforme o comandante-geral, coronel Ociel, ficaram remanescentes 87 aprovados no processo seletivo. “Estes 87 com certeza serão chamados”, afirmou o governador André Puccinelli. “Com esta decisão política do governador teremos agora a demanda do planejamento que faremos junto ao comando-geral”, disse o secretário Wantuir Jacini.

Segundo o governador, a chamada dos remanescentes deve atender aos projetos de expansão do Corpo de Bombeiros em Mato Grosso do Sul que terá novas unidades nos município de Caarapó e outro em Sidrolândia.

O comandante explicou que os 87 aprovados devem ser chamados ainda dentro do prazo de validade do concurso público. Ociel lembrou ainda que o executivo tem investido em novos profissionais, como quando no início da gestão do governador foram chamados 54 soldados remanescentes de concurso público realizado em 2004. A intenção, segundo o comandante, é de que o efetivo atual de 1,3 mil bombeiros receba mais reforços até 2014.