Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Junho de 2024

Sidrolandia

Falta de combustíveis atinge 230 postos em MS, aponta sindicato

Problema começou após distribuidora racionar venda em terminal. Abastecimento caminha para normalização, diz assessoria da Petrobras.

G1 MS

31 de Julho de 2012 - 08:26

Cerca de 230 postos que comercializam gasolina e diesel da Petrobras sofrem com a falta de combustíveis em Mato Grosso do Sul, conforme informou ao G1 nesta segunda-feira (30) o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis (Sinpetro-MS). O problema começou no início da semana passada porque a distribuidora racionou a venda. A assessoria de imprensa da Petrobras afirmou que a situação caminha para a normalização.

O diretor de comunicação do Sinpetro-MS, Marcos Villalba, disse que o abastecimento ainda está complicado e que a direção regional da distribuidora informou só dará explicações sobre a situação na terça-feira (31). Conforme Villalba, o problema no abastecimento também já ocorre com o álcool. "Como está faltando gasolina, as pessoas migram para o álcool”, afirma.

Segundo a assessoria de imprensa da Petrobras, foi feito trabalho extra no fim de semana para normalizar a oferta de combustíveis em Mato Grosso do Sul.

Entre sábado (28) e domingo (29), de acordo com a Petrobras, foram entregues cerca de 800 mil litros de gasolina e 1,65 milhão de litros de diesel no terminal da distribuidora em Campo Grande.

Entre segunda-feira e terça-feira, o terminal deve receber mais 3 milhões de litros de gasolina e 3,5 milhões de litros de diesel. O transporte dos combustíveis está sendo feito por trem e caminhões-tanque dos polos de Paulínia (SP) e Araucária (PR), de acordo com a assessoria de imprensa da Petrobras.

O problema teve início porque a Petrobras Distribuidora passou a racionar a venda de gasolina e diesel para os postos de combustíveis por conta de problemas no transporte da carga, feita por linha férrea.