Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Abril de 2021

Sidrolandia

Figo se adapta bem ao solo e clima de MS e pode ser alternativa de produção

A variedade de figo cultivada em Mato Grosso do Sul é o Roxo de Valinhos, originária de Valinhos, na região de Campinas (SP)

Famasul

08 de Novembro de 2014 - 08:21

Clima temperado, boa luminosidade e solo fértil são requisitos básicos para o cultivo do figo. Segundo o técnico-agrícola e instrutor do Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de MS, Antônio Minari, as condições climáticas de Mato Grosso do Sul são adequadas ao plantio da fruta. Em novembro, a entidade qualificará 30 produtores sobre o tema nos municípios de Sidrolândia e Rio Verde de MT, de 10 a 13 e de 18 a 21, respectivamente. 

A variedade de figo cultivada em Mato Grosso do Sul é o Roxo de Valinhos, originária de Valinhos, na região de Campinas (SP). Segundo o instrutor do Senar/MS, Carlos Alberto Salgueiro, “essa variedade se adapta muito bem no Estado, tendo como melhor época para plantio os meses de novembro, dezembro e janeiro”, destaca. Salgueiro considera o período de no mínimo um ano para a primeira colheita. A partir do terceiro ano a produção é estabilizada.

Segundo Minari, os investimentos iniciais para o cultivo de figo na propriedade são basicamente a compra de calcário, adubo, irrigação e pulverização que ajuda no controle de doenças. “É importante tratar o pH (Potencial Hidrogeniônico) do solo para que ele fique neutro, que é o ideal para a cultura, realizar podas anualmente, além da prevenção no controle de doenças fungicidas, principalmente a ferrugem”, explica o instrutor, ressaltando ainda que em solos muito férteis é dispensável o investimento em irrigação.

Além da instrução para o plantio, o curso aborda conceitos sociais e econômicos da cultura do figo, colheita e comercialização. De 10 a 14 de novembro, o Senar/MS oferece 66 cursos. Para saber mais, acesse www.senarms.org.br ou entre em contato com a entidade pelo 3320-9700.