Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 1 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Governo do MS leiloa imóvel rural dia 25, com opção de parcelamento

Para as pessoas físicas os documentos exigidos são a carteira de identidade, o CPF e um comprovante de residência.

Dourados News

20 de Julho de 2013 - 11:30

No próximo dia 25 de julho (quinta-feira) o Governo do Mato Grosso do Sul, através da Secretaria de Estado de Administração (SAD) coloca a venda, em leilão, um imóvel de 6,818 hectares (68.181 m2) em Dourados, MS. A área fica no Bairro Bom Futuro, na margem esquerda do Córrego Laranja Doce na saída para Itaporã, próximo ao Ecoville Dourados. Com a possibilidade tanto do pagamento à vista quanto de parcelamento em até 10 vezes mensais iguais, a aquisição do imóvel fica facilitada para um maior número de pessoas.

O pregão vai acontecer a partir das 14 horas no Auditório da Prefeitura Municipal de Dourados, localizado na Rua Coronel Ponciano, número 1700, no Parque do Jequitibas. O lance inicial está fixado em R$ 700 mil. O processo de venda está a cargo da Casa de Leilões e será comandado pelo leiloeiro oficial Tarcílio Leite.

O imóvel pode ser vistoriado por qualquer interessado sem a necessidade de acompanhamento de membro da comissão de licitação. Pode participar qualquer pessoa física ou jurídica desde que estabelecida em território nacional. A exceção vai para servidor e dirigente do quadro de funcionários públicos do Estado, servidor responsável pela licitação e membros da comissão de licitação assim como pessoas físicas ou jurídicas que estejam considerados inidôneas junto à administração pública em nível federal, estadual ou municipal ou estejam suspensas para contratar com o poder público. Também estão impedidas as empresas que estejam sob regime de falência, recuperação judicial, dissolução e liquidação.

Para as pessoas físicas os documentos exigidos são a carteira de identidade, o CPF e um comprovante de residência. As pessoas jurídicas devem apresentar contrato social, CNPJ e a carteira de identidade e CPF do representante legal da empresa. Em caso de representação, será exigido instrumento público ou particular de procuração com delegação de poderes para oferta de lances e quaisquer decisões relativas às fases do leilão.

As providências de transferência do bem arrematado serão tomadas pela Secretaria de Estado de Administração através de processo administrativo. No pagamento á vista, o arrematande deverá recolher o valor do lance em até três dias úteis. No pagamento a prazo, o interessado pode optar por quitar o valor em até 10 parcelas iguais, mensais e sucessivas.

O vencimento da primeira parcela, a título de entrada, ocorrerá 03 (três) dias após o encerramento do leilão. Neste parcelamento serão acrescidos juros simples de 1% ao mês sobre o saldo devedor. Mais informações podem ser obtidas junto a Casa de Leilões em Campo Grande, MS, através dos fones: (67) 3363-5399 e (67) 3363-7000. O edital completo pode ser confetrido pelo website: www.casadeleiloes.com.br.