Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 8 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Greve dos bancários fecha mais de 9 mil agências no terceiro dia

Segundo o presidente da Contraf e coordenador do Comando Nacional dos Bancários, Carlos Cordeiro, no primeiro dia de greve, na última quinta-feira (19) foram fechadas 6 mil unidades

Com agências nacionais

24 de Setembro de 2013 - 09:46

Balanço divulgado no início da noite desta segunda-feira (23) pela Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro) informa que a greve fechou 9.015 agências e centros administrativos de bancos públicos e privados no terceiro dia da paralisação nacional da categoria.

Segundo o presidente da Contraf e coordenador do Comando Nacional dos Bancários, Carlos Cordeiro, no primeiro dia de greve, na última quinta-feira (19) foram fechadas 6 mil unidades; no dia seguinte o número aumentou para 7,2 mil; e hoje fecharam mais de 9 mil unidades – quase metade das cerca de 20 mil agências do país.

“Os bancários estão cada vez mais indignados com o silêncio da Fenaban [Federação Nacional dos Bancos], braço sindical dos banqueiros, que insiste no reajuste linear de 6,1% para salários, pisos e benefícios”, de acordo com Cordeiro.

A Fenaban oferece o equivalente à inflação dos últimos 12 meses, enquanto os bancários querem 11,93% - a inflação mais 5% de ganho real - além de participação nos lucros e aumento do piso salarial.