Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 29 de Maio de 2024

Sidrolandia

Homem jogado no Inferninho fica escondido por 12 horas

Sem detalhar o caso, o homem disse ter sido jogado, às 21 horas de ontem, na depressão do Inferninho, lugar usado para prática de rapel.

Campo Grande News

16 de Agosto de 2010 - 13:25

Um homem foi jogado ontem à noite no local conhecido como “Inferninho”, na saída para Rochedo, em Campo Grande, onde ficou escondido das 21 horas de ontem até 9 horas de hoje, quando decidiu sair para pedir socorro.

O repositor Valdeir Aparecido Rodrigues, 30 anos, foi quem encontrou a vítima ferida hoje de manhã, no Bairro José Abrão.

Valdeir estava em casa quando ouviu latidos de cães e foi até a frente da residência para ver o que havia acontecido.

Ele encontrou o homem bastante ensanguentado e acionou o Corpo de Bombeiros e a PM (Polícia Militar).

O sobrevivente tinha ferimentos na perna, aparentava estar com o nariz quebrado e sofreu escoriações pelo corpo todo.

Sem detalhar o caso, o homem disse ter sido jogado, às 21 horas de ontem, na depressão do Inferninho, lugar usado para prática de rapel.

Ele ficou escondido e só conseguiu sair esta manhã. A casa onde parou é distante quase um quilômetro do local de onde a vítima disse ter sido jogada.

Antes de chegar a este imóvel, ele caiu em uma chácara, onde há marcas de sangue.

Os militares que prestaram socorro à vítima disseram estar surpresos por encontrá-lo com vida devido ao frio desta madrugada.

A vítima estava com moletom, bermuda e uma touca.

O homem diz que mora na Vila Bandeirantes e foi encaminhado à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Almeida.