Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Hotéis de MS são contra projeto que prevê distribuição de camisinhas

A princípio, o projeto da senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE) previa a obrigatoriedade de distribuição de camisinhas em motéis e drive-ins

Campo Grande News

20 de Abril de 2011 - 16:41

Contrários ao projeto de lei que obriga a distribuição de camisinhas em hotéis e pousadas, a ABIH/MS (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Mato Grosso do Sul) promete mobilizar os empresários do setor para não permitir que a legislação entre em vigor. O projeto foi aprovado no Senado no último dia 13.

“Essa proposta transfere uma responsabilidade que é do Estado, que é garantir a saúde pública, a iniciativa privada. Fora que acrescenta um custo aos estabelecimentos”, argumenta Cristina Busse, presidente da Abih/MS.

A princípio, o projeto da senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE) previa a obrigatoriedade de distribuição de camisinhas em motéis e drive-ins. No entanto, emenda proposta pelo senador Lindebergh Farias (PT-RJ) estendeu a distribuição aos hotéis e pousadas.

“Os hotéis e pousadas não são locais destinados a sexo. São locais onde se hospedam famílias, executivos. Mais do que distribuir camisinhas, é preciso que o governo eduque a população sobre a questão do sexo seguro. Não é obrigando os hotéis que vai resolver o problema”, acrescenta Cristina.

Ela reforça que a Abih/MS é engajada no combate à prática do turismo de exploração sexual no País. Segundo a empresária, a mobilização será entre os proprietários, com respaldo da associação nacional do setor.

O projeto de distribuição de camisinhas em hotéis, pousadas, motéis e drive-ins foi aprovado em caráter terminativo no Senado. O texto será enviado diretamente à Câmara, a não ser que haja apresentação de recurso com o apoio de oito senadores, no prazo de cinco dias úteis, para que a matéria seja apreciada no plenário da Casa.