Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 19 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Incra atrasa documentos e EFASIDRO fica sem R$ 250 mil para reforma da escola

A expectativa agora é depois de obtido esta documentação se consiga viabilizar os recursos do MDA em 2014, que em função da eleição, terá de ser liberado no máximo até abril.

Flávio Paes/Região News

23 de Setembro de 2013 - 09:18

A Escola da Família Agrícola (EFASIDRO) sediada no Capão Bonito II, não vai conseguir iniciar as obras de reforma e ampliação em 2013 a tempo de começar 2014 com as melhorias concluídas.

O alerta foi feito por Cesar Junior, dirigente da escola, que atribuiu o problema a demora do INCRA por ter atrasado a entrega do documento de cessão de uso do prédio onde funciona a escola que perdeu o prazo e neste ano não terá acesso a R$ 250 mil aprovados e empenhados desde dezembro de 2012 junto ao Ministério do Desenvolvimento Agrário.

A expectativa agora é depois de obtido esta documentação se consiga viabilizar os recursos do MDA em 2014, que em função da eleição, terá de ser liberado no máximo até abril. Pelo planejamento, com esta verba será construída uma cozinha e duas salas de aula, ampliação necessária para viabilizar o projeto de implantar o ensino médio na EFASIDRO.

“Sem este documento do INCRA para cessão de uso do prédio, corremos o risco de perder os recursos”, alertou Cesar, que criticou a omissão dos deputados federais e senadores diante do problema. “Ainda não tive a oportunidade de conhecer pessoalmente o senador Delcidio do Amaral”, destacou.

Presentes na audiência da sexta-feira, pais e alunos da EFASIDRO, mostraram a necessidade de se criar o ensino médio na escola. “Pelo filho está no 9° ano e ano que vem terá de mudar para uma escola mais longe”, comentou o assentado Sidnei da Costa, morador do Núcleo João Batista no Eldorado.