Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Abril de 2021

Sidrolandia

Júri absolve homem da acusação de que matou garoto de 11 anos

Segundo sentença do juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos, Mundin foi absolvido por insuficiência de provas

Campo Grande News

07 de Novembro de 2014 - 15:34

O júri popular absolveu, no início da tarde desta sexta-feira (7), Jacinto dos Santos Mundim, 40 anos, acusado de matar a tiros um garoto de 11 anos. O julgamento ocorreu hoje, seis anos após o assassinato, ocorrido na noite de 27 de julho de 2008 no Bairro Jóquei Clube.

Segundo sentença do juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos, Mundin foi absolvido por insuficiência de provas. A absolvição foi requerida pelo promotor de Justiça, Humberto Lapa Ferri, e pelo defensor público Ronald Calixto Nunes.

Jacinto, que já foi condenado por um outro homicídio a cumprir prisão por nove anos e meio, negou qualquer participação da morte de Fernando Murer Chaves, 11 anos, ocorrida em 2008.

No depoimento nesta sexta-feira, o homem alegou que não estava no local do crime. Ele até alegou que estava com a família em um bilhar, quando ouviu os tiros.

Durante o inquérito policial, três testemunhas informaram que Jacinto atirou enquanto o menino estava caindo no chão, dificultando sua defesa. Já em juízo, apenas um testemunha ratificou os fatos.

Além deste homicídio, Jacinto atirou e matou um homem durante briga de bar no Itamaracá, ocorrido no mesmo período. Na ocasião, ele disparou contra a vítima e o filho dela. O julgamento aconteceu recentemente, e ele foi condenado a nove anos e meio. Também já foi indiciado por porte ilegal de arma de fogo.