Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 28 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Longen apresenta a André proposta para qualificar 8,4 mil trabalhadores

A ação de capacitação está incluída no Programa Pró-MS, que traz o plano de investimento do Sistema Fiems no período 2011/2013

Danile Pedra

11 de Maio de 2011 - 11:00

Longen apresenta a André proposta para qualificar 8,4 mil trabalhadores
Longen apresenta a Andr - Foto: Daniel Pedra

Durante reunião na Governadoria no fim da tarde de ontem (10/05), o presidente da Fiems, Sérgio Longen, apresentou ao governador André Puccinelli o Plano de Investimentos do Sistema Indústria 2011/2013 com destaque para a parceria com o Governo do Estado na qualificação de 8,4 mil pessoas em 29 municípios de Mato Grosso do Sul. “Trouxemos ao governador, além de um balanço do que executamos à frente da Fiems nos últimos quatro anos, o Programa Pró-MS, que visa atender principalmente a demanda da indústria em todo o Estado”, disse.

 

Sérgio Longen destaca que o sistema Fiems tem investido no desenvolvimento do Estado e nos primeiros quatro anos da atua gestão contou com a parceria do Governo do Estado. “Queremos ampliar essa parceria nos próximos anos, pois entendemos que a indústria se molda ao desenvolvimento e às regiões e temos que atender essa demanda. Por isso, queremos o Estado como parceiro”, ressaltou, completando que o Pró-MS também inclui ações nas áreas de logística, pesquisa, educação e inovação tecnológica. “Estas áreas fazem parte da indústria moderna e da nossa indústria”, justificou.

 

O governador André Puccinelli lembrou que a integração entre o Governo e a Fiems é excepcional e as propostas apresentadas pelo presidente Sérgio Longen são relevantes para o desenvolvimento do Estado, principalmente as que dizem respeito à qualificação profissional. “Pretendo estudar um formato para viabilizar uma parceria com o Senai na área de formação de mão de obra e depois voltar a reunir-se com o presidente da Fiems para acertar todos os pontos”, declarou, reforçando que nos últimos quatro anos a Fiems ganhou um novo impulso e uma nova dinâmica que tem dado um resultado muito satisfatório ao Estado no ponto vista do desenvolvimento industrial.

 

A proposta

 

O projeto de qualificação industrial objetiva capacitar 8.428 pessoas de 29 municípios em 404 turmas nas áreas da construção civil, vestuário e têxtil, panificação e confeitaria, metalmecânica, alimentos, mineração, calçados e couro, madeira e mobiliário, meio ambiente e logística e gestão. De acordo com o diretor-corporativo da Fiems e diretor-regional do Senai, Jaime Verruck, apenas para a construção estão previstas as qualificações de 4 mil pessoas nos cursos de eletricista instalador predial de baixa tensão, encanador instalador predial, armador, carpinteiro de obras, pedreiro e pintor de obras.

 

Também estão previstos telecursos profissionalizantes de mecânica por meio de EaD (Educação a Distância) com meta de capacitar mil alunos nos municípios de Campo Grande, Três Lagoas, Dourados, Corumbá, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia, Aquidauana, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Verde, Naviraí, Nova Andradina, Costa Rica, Iguatemi, Bataguassu, Rio Brilhante, Maracaju, Inocência, Paranaíba, Chapadão do Sul, Amambai, Sete Quedas, Aral Moreira, Aparecida do Taboado, Água Clara e Terenos. “Os cursos de EaD serão realizados nas dependências das bibliotecas da Indústria do Conhecimento do Sesi, bem como nas unidades do Sesi e Senai”, explicou Jaime Verruck.

 

Outra ação de qualificação incluída no Pró-MS é a profissionalização de jovens em cursos técnicos de nível médio nos municípios de Campo Grande, Corumbá, Deodápolis, Dourados, Naviraí, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Rio Verde de MT, Sidrolândia, Sonora e Três Lagoas. Ao todo serão 16 cursos - técnico em açúcar e álcool, alimentos, automação, celulose, edificações, eletrônica, eletrotécnica, logística, manutenção automotiva, mecânica, mineração, papel, processamento de grãos, química, segurança do trabalho e vestuário.

 

O Pró-MS ainda inclui parcerias com o Governo do Estado na realização de missões empresariais para a Rússia, Croácia, Romênia, República Tcheca, Itália, Venezuela e Peru, na participação de indústrias em feiras nacionais e do Mercosul, na qualificação de fornecedores e em estudos e pesquisas. Além disso, o Sistema Fiems também vai investir recursos na ampliação e modernização das unidades do Senai e do Sesi, na aquisição de novas unidades móveis do Senai e do Sesi, construção do Observatório Sócio-Ambiental de Bonito e de centros integrados do Sesi e Senai em Paranaíba e Naviraí, além de realizar novas edições dos projetos Fábrica Verde, Em Nome das Cidades e Cine Sesi Cultural e lançar o projeto Na Ponta da Língua.