Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 23 de Junho de 2024

Sidrolandia

Mais de mil municípios estão em emergência por conta de seca e estiagem

Os municípios que decretam emergência ou calamidade podem receber auxílio financeiro do governo federal

Agência CNM

21 de Novembro de 2014 - 15:04

Pelos menos 20% dos municípios no Brasil estão com decretos de Situação de Emergência ou Estado de Calamidade Pública por conta de seca ou de estiagem. De acordo com balanço do Ministério da Integração Nacional, 1.116 Municípios enfrentam problemas causados pelo fenômeno. 

Do total, 1.016 municípios estão em oito Estados do Nordeste, que são eles: 203 no PI, 196 na PB, 176 no CE, 160 na BA, 152 no RN, 125 em PE, três em SE e um no MA. Os outros são da região Sudeste, em que 97 são de Minas Gerais e três são de São Paulo.

Os municípios que decretam emergência ou calamidade podem receber auxílio financeiro do governo federal. Mas, para ter acesso a esses recursos, a prefeitura deve enviar um plano indicando qual o cenário é a necessidade e o governo federal precisa comprovar a situação. 

De acordo com a meteorologista do Climatempo, Bianca Lobo, a tendência agora é que as chuvas voltem à normalidade com a aproximação do verão, o que levará mais água para os locais que sofrem com a seca. Mas, segundo ela, o sertão nordestino deve esperar um pouco mais pela água, pois nessas regiões as chuvas costumam cair lá para o mês de março. 

A especialista afirma ainda que, mesmo com um verão mais chuvoso, os sistemas de abastecimento de água e de geração de energia por hidrelétrica precisarão de mais tempo para se normalizar.

“Chegamos a uma situação muito crítica, nunca na história tínhamos atingido esse patamar. As chuvas vão dar um alívio, mas precisaremos de mais três anos com chuvas normais para ter tranquilidade”, afirma.