Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 17 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Marcelinho pode implantar núcleo em Dourados

Ao lado do prefeito, Marcelino Carioca também conheceu o estádio Frédis Saldivar, o Douradão, que voltou a sediar jogos oficiais

Dourados Agora

24 de Março de 2011 - 09:55

Marcelinho pode implantar núcleo em Dourados
Marcelinho pode implantar n - Divulga

O prefeito Murilo Zauith recebeu ontem a visita do ex-jogador de futebol e suplente de deputado federal Marcelinho Carioca (PSB-SP) e do deputado estadual Lauro Davi (PSB-MS). Marcelinho está no Mato Grosso do Sul com o objetivo de conhecer o Estado para implantar o instituto que leva o nome do craque e oferece atividades sociais e esportivas para crianças e adolescentes de 10 a 16 anos.

Ao lado do prefeito, Marcelino Carioca também conheceu o estádio Frédis Saldivar, o Douradão, que voltou a sediar jogos oficiais neste mês após quase três anos de interdição.

A intenção do prefeito é que Dourados receba o primeiro núcleo do Estado. “Queremos que Marcelinho Carioca faça o meio de campo e seja o nosso canal para que o núcleo seja estabelecido no município”, afirmou Murilo Zauith. Durante a reunião, na qual foi discutida a implantação do instituto em Dourados, Marcelinho Carioca se comprometeu a apresentar um estudo para que a prefeitura busque parceiros para o suporte financeiro ao projeto. “Pretendemos um convênio público-privado e desta forma atender aproximadamente 150 crianças e adolescentes”, enfatizou o prefeito.

A ideia será contemplar também as crianças índias do município. O jogador prometeu voltar à cidade para visitar a reserva indígena. Com cinco núcleos em São Paulo, o objetivo do atleta é disseminar o projeto para o Brasil iniciando por Mato Grosso do Sul. O instituto oferece aulas de futebol, acesso gratuito à internet, atendimento odontológico, reforço escolar, suplemento alimentar, instituto de beleza e acompanhamento familiar.

O prefeito Murilo Zauith recebeu ontem a visita do ex-jogador de futebol e suplente de deputado federal Marcelinho Carioca (PSB-SP) e do deputado estadual Lauro Davi (PSB-MS). Marcelinho está no Mato Grosso do Sul com o objetivo de conhecer o Estado para implantar o instituto que leva o nome do craque e oferece atividades sociais e esportivas para crianças e adolescentes de 10 a 16 anos.

Ao lado do prefeito, Marcelino Carioca também conheceu o estádio Frédis Saldivar, o Douradão, que voltou a sediar jogos oficiais neste mês após quase três anos de interdição.

A intenção do prefeito é que Dourados receba o primeiro núcleo do Estado. “Queremos que Marcelinho Carioca faça o meio de campo e seja o nosso canal para que o núcleo seja estabelecido no município”, afirmou Murilo Zauith. Durante a reunião, na qual foi discutida a implantação do instituto em Dourados, Marcelinho Carioca se comprometeu a apresentar um estudo para que a prefeitura busque parceiros para o suporte financeiro ao projeto. “Pretendemos um convênio público-privado e desta forma atender aproximadamente 150 crianças e adolescentes”, enfatizou o prefeito.

A ideia será contemplar também as crianças índias do município. O jogador prometeu voltar à cidade para visitar a reserva indígena. Com cinco núcleos em São Paulo, o objetivo do atleta é disseminar o projeto para o Brasil iniciando por Mato Grosso do Sul. O instituto oferece aulas de futebol, acesso gratuito à internet, atendimento odontológico, reforço escolar, suplemento alimentar, instituto de beleza e acompanhamento familiar.

O prefeito Murilo Zauith recebeu ontem a visita do ex-jogador de futebol e suplente de deputado federal Marcelinho Carioca (PSB-SP) e do deputado estadual Lauro Davi (PSB-MS). Marcelinho está no Mato Grosso do Sul com o objetivo de conhecer o Estado para implantar o instituto que leva o nome do craque e oferece atividades sociais e esportivas para crianças e adolescentes de 10 a 16 anos.

Ao lado do prefeito, Marcelino Carioca também conheceu o estádio Frédis Saldivar, o Douradão, que voltou a sediar jogos oficiais neste mês após quase três anos de interdição.

A intenção do prefeito é que Dourados receba o primeiro núcleo do Estado. “Queremos que Marcelinho Carioca faça o meio de campo e seja o nosso canal para que o núcleo seja estabelecido no município”, afirmou Murilo Zauith. Durante a reunião, na qual foi discutida a implantação do instituto em Dourados, Marcelinho Carioca se comprometeu a apresentar um estudo para que a prefeitura busque parceiros para o suporte financeiro ao projeto. “Pretendemos um convênio público-privado e desta forma atender aproximadamente 150 crianças e adolescentes”, enfatizou o prefeito.

A ideia será contemplar também as crianças índias do município. O jogador prometeu voltar à cidade para visitar a reserva indígena. Com cinco núcleos em São Paulo, o objetivo do atleta é disseminar o projeto para o Brasil iniciando por Mato Grosso do Sul. O instituto oferece aulas de futebol, acesso gratuito à internet, atendimento odontológico, reforço escolar, suplemento alimentar, instituto de beleza e acompanhamento familiar.