Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 22 de Janeiro de 2021

Sidrolandia

Matéria do Região News ajuda jovem sidrolandense a localizar irmã residente em Cuiabá

Na matéria Rafael Brites aparece como protagonista, revelando a localização de seus irmãos e de sua mãe por meio do Facebook

Flávio Paes/Região News

03 de Setembro de 2014 - 15:06

Uma matéria veiculada no dia 16 de novembro de 2012, postada no Região News às 13h39, acabou sendo o elo para que dois irmãos com quase a mesma idade (ele tem 26 e ela 24 anos) se conhecessem, por enquanto virtualmente pelas redes sociais. Rafael Brites, um sidrolandense de 26 anos, na madrugada de terça-feira conversou via Facebook com sua irmã, por parte de pai, Ana Carollina Rizzo Uemura, uma radiologista e estudante de biomedicina de 24 anos, residente há mais de 785 quilômetros de distância, em Cuiabá, Capital de Mato Grosso.

Os dois são filhos de Cesar Augusto Uemura, que morreu ano passado, vítima de infarto. Ele é pai de outros três filhos, todos residentes em Penápolis, interior de São Paulo.

Ana Carolina viveu com Cesar até os 4 anos, com o fim do relacionamento dele com sua mãe, desde então, perdeu contato mas sabia que tinha irmãos por parte de pai e sempre teve curiosidade para conhecê-los. Na segunda-feira , quando retornava de Barretos (onde foi assistir a Festa do Peão), por volta das 17 horas, enquanto aguardava no Aeroporto de São José do Rio Preto, a conexão do voo que a traria de volta a Cuiabá, às 22 horas, revolveu “matar” o tempo navegando pela internet.

Acabou colocando no site de busca Google o nome do seu pai e para sua surpresa, apareceu uma menção a ele, justamente no Região News. Na matéria Rafael Brites aparece como protagonista revelando a localização de seus irmãos e de sua mãe por meio do Facebook. De imediato o localizou na rede social e enviou o pedido para que ele o adicionasse.

Como estava trabalhando (está na campanha a deputado do ex-prefeito Daltro Fiuza) só quando para casa por volta da uma hora da manhã de terça-feira é que Rafael entrou na internet e viu a notificação do pedido de amizade de Ana Carolina. A partir daí foram quase duas horas de troca de mensagens. Nestas conversas virtuais Rafael transmitiu a informação de que ambos tem outros três irmãos (por parte da pai) residentes em Penápolis.   

Ana Carollina é fruto do relacionamento que Cesar Uemura manteve com a mãe dela. Os dois se conheceram em Peixoto de Azevedo (interior de Mato Grosso), se mudaram para Curitiba onde Ana nasceu. O casamento terminou quando a jovem tinha 4 anos e desde então perdeu o contato com o pai, que só agora, ficou ter falecido em 2013. Os irmãos já estão planejando um encontro ainda este ano. “Se ela não vier em Sidrolândia, até dezembro vou ao seu encontro em Cuiabá”, assegura Rafael.

 Descoberta

Rafael foi criado com os avós maternos (Maria Rita e Geraldo Teixeira) desde seu nascimento, em 05 de junho de 1988. Seu pai, Cesar Augusto Uemura, quando ficou sabendo da gravidez de Selma Brites, que logo deu a luz a Rafael, não assumiu a paternidade e foi embora da cidade, deixando Selma e o filho morando na casa dos pais.

Na época, Selma Brites tinha pouco mais de 20 anos de idade. Sem condições de cuidar do bebê pediu auxilio aos avos que adotaram a criança. O tempo passou e 24 anos depois, o menino que não conheceu o pai, agora “homem adulto”, resolveu ir atrás de sua própria história, em busca de seu passado e do sonho de conhecer seu genitor.

Sem saber por onde começar a busca, já desde que não tinha informação do paradeiro, muito menos dos familiares de seu pai, Rafael resolveu fazer uma varredura na rede social do Facebook após bate papo com Paulo Margatto (Paulo da Farmácia), empresário com quem seu pai trabalhou certo tempo, no período em que morou em Sidrolândia.

Paulo disse a Rafael, que na época em que Cesar Augusto Uemura trabalhou na Drogaria Vania, sempre mantinha contato com familiares em Penápolis, cidade do interior paulista. Em sua busca na rede social, Rafael encontrou Cesar Uemura Junior, de 25 anos. Na duvida o jovem imprimiu as fotos do perfil e levou ao conhecimento de Antônio Marcos Modesto, o Marcos da Farmácia, que na época, trabalhou com seu pai na Drogaria Vania.

Rafael adicionou o contato de Cesar no Facebook, passou a manter conversas via bate-papo e falou da busca da qual estava empenhado. Na troca informações veio à confirmação, Rafael havia de fato encontrado o que estava à procura, Cesar era seu irmão e informou a existência de outro; Amós Amaro Uemura, que também mora na cidade de Penápolis.