Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 29 de Maio de 2024

Sidrolandia

Médico suspeito de morte em lipo estaria atuando

A decisão foi tomada ainda em maio, todavia, o médico estaria exercendo a medicina mesmo proíbido.

Capital News

12 de Agosto de 2010 - 13:06

O Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul (CRM-MS) publicou a interdição cautelar do médico Alexsandro de Souza nessa quarta-feira (11). Ele é apontado como suspeito de procedimentos danosos a pacientes após cirurgias plásticas.

A decisão foi tomada ainda em maio, todavia, o médico estaria exercendo a medicina mesmo proíbido.

Conforme investigações, informa o CRM-MS, ele teria ocasionadoa morte da paciente Cristiane Medina Dantas, de 24 anos. Ela havia feito lipoaspiração em junho de 2008, em Fátima do Sul (sul do Estado).

De acordo com o Conselho, a interdição cautelar de um médico não é publicada para conhecimento público. Todavia, existiriam documentações que dariam conta de que o médico continuava trabalhando em Novo Horizonte do Sul.