Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 5 de Julho de 2022

Sidrolandia

Merendeira de MS concorre prêmio nacional de melhor receita de alimentação escolar

Ambrosina contou com o apoio de duas profissionais, a nutricionista Ivete Coelho de Souza, e a diretora da Escola Muncipal, Elenice Fátima Custódio da Silva

Diego Silva

03 de Novembro de 2015 - 13:20

Com 39 anos Ambrosina Crisóstomo da Silva, concursada na Escola Municipal de Figueirão Antônio Inácio Furtado, concorre ao prêmio nacional de Melhores Receitas da Alimentacão Escolar, do Ministério da Educação, com o Fundo de Desenvolvimento da Educação. A torta de pequi, incluída no cardápio da escola devido seu valor nutritivo, poderá resultar em um prêmio de R$ 5 mil à cozinheira, além de uma viagem internacional. Os vencedores serão anunciados no dia 18 de dezembro, em Brasília (DF).

Ambrosina contou com o apoio de duas profissionais, a nutricionista Ivete Coelho de Souza, e a diretora da Escola Muncipal, Elenice Fátima Custódio da Silva. Elas contam que o pequi é muito comum na região e que a estratégia é conciliar um produto saudável, nutritivo e barato, em época de safra. "Entre os meses de novembro e fevereiro, o pequi se torna muito comum nesta região e, além de possuir um óleo altamente nutritivo, antioxidante e anti-inflamatório, é um fruto que possui ácidos graxos monoinsaturados, que faz bem ao coração, semelhante aos óleos encontrados em azeite e nozes. Nossas crianças merecem o melhor da alimentação e, com essa torta, ainda valorizamos nossa cultura", enfatiza Ivete.

Segundo Elenice, Ambrosina passa a carregar uma grande responsabilidade. "Ela passa a representar o município de Figueirão em um concurso com várias etapas. Não podíamos ficar fora dessa, e espero que em breve, possamos apresentar a receita campeã, que valoriza a culinária regional e os produtos do cerrado", pontua a diretora.

Ambrosina, que nasceu em Figueirão, quando ainda era um distrito de Camapuã, alega quase nunca ter saído da região, não contava que o pequi poderia dar a chance de concorrer uma viagem internacional. "Mal saí de Figueirão e agora tenho a chance de ir para fora do país, vai ser muito bom. E tudo isso por conta de um fruto que as crianças daqui adoram, a ponto de algumas ficarem em baixo do pé, esperando cair. E uma coisa é certa, a torta ficou deliciosa", já comemora a merendeira.

O concurso que conta com a fase eliminatória, etapa estadual, regional e nacional é incentivado pelo Prefeito de Figueirão, Rogério Rosalin. "Foi uma iniciativa desse grupo, que apoiei porque nos apresenta novas possibilidades, com apresentação de um cardápio mais regional para nossas crianças, valorizando nossa terra, produtores rurais, contribuindo com a saúde dos estudantes, tudo isso com investimentos justos", finaliza.