Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 3 de Março de 2021

Sidrolandia

Mergulhadores paraguaios tentam entrar em cabine de barco naufragado

A corporação relatou que as equipes que trabalham para encontrar o corpo do comandante da embarcação é paraguaia

G1 MS

08 de Outubro de 2014 - 07:32

Uma equipe de mergulhadores tentou, nesta terça-feira (7), entrar na cabine do barco-hotel naufragado no Rio Paraguai, no dia 24 de setembro, a 443 quilômetros de Campo Grande. As informações foram passadas pelo Corpo de Bombeiros de Porto Murtinho, onde aconteceu acidente.

A corporação relatou que as equipes que trabalham para encontrar o corpo do comandante da embarcação é paraguaia. Há uma possibilidade de a vítima estar dentro da cabine. Os bombeiros também disseram ao site que nesta quarta-feira (8) a equipe vai tentar puxar com o guindaste a parte da embarcação.

No dia 3 de outubro, após nove dias de trabalho, os bombeiros brasileiros encerraram as buscas pelo último desaparecido. De acordo com a 2ª Seção de Bombeiros de Porto Murtinho, a operação continua com a equipe paraguaia, que ainda procura pelo comandante da embarcação, que permanece desaparecido.

Segundo a corporação, mesmo com o fim dos trabalhos brasileiros, os bombeiros estarão à disposição caso as equipes paraguaias precisem de apoio.

Casco
Foi retirado do fundo do rio Paraguai, na última sexta-feira (3), parte do barco. O casco tem cerca de 20 metros de comprimento e 5 metros de largura e tem o peso aproximado de 35 toneladas.

O naufrágio
A embarcação afundou no dia 24 de setembro no Rio Paraguai com 26 pessoas a bordo. Desses, 12 conseguiram escapar, 13 corpos já foram encontrados e uma pessoa continua desaparecida. O 13º corpo, de um idoso de 71 anos, do Paraná, foi encontrado na quinta-feira (2).

O naufrágio aconteceu por volta das 17h30 (de MS) quando os turistas retornavam do último dia de pesca na região. Há poucos minutos de atracar, a aproximadamente 100 metros do cais, a embarcação foi atingida por um tornado e virou. Institutos de meteorologia apontaram que os ventos chegaram a 93 quilômetros por hora no município.