Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 30 de Novembro de 2021

Sidrolandia

Ministro assina convênio que prevê R$ 5 mi para incentivo ao plantio da erva-mate

O objetivo é, além de explorar a área disponível na localidade, ocupar a grande mão-de-obra ociosa de trabalhadores do assentamento.

Correio do Estado

31 de Julho de 2013 - 15:53

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, assinou ontem (30) convênio que prevê a destinação de R$ 5 milhões para o projeto que pretende reintroduzir o plantio da erva-mate nos municípios sul-mato-grossenses, localizados na fronteira com o Paraguai.

O projeto será desenvolvido, inicialmente, no Assentamento Itamarati, em Ponta Porã, um dos maiores do país. O objetivo é, além de explorar a área disponível na localidade, ocupar a grande mão-de-obra ociosa de trabalhadores do assentamento.

Desenvolvido pela Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) e com apoio político do senador Waldemir Moka (PMDB), o projeto quer criar condições para geração de renda a assentados e a pequenos agricultores, resgatando o valor cultural do produto, matéria-prima da mais apreciada e tradicional bebida do sul-mato-grossense, o tereré.

A expectativa é que a produção de erva-mate alcance cerca de 3 mil famílias assentadas. Estimativa preliminar indica que cada hectare plantado possa gerar renda de R$ 10 mil anuais. “Vamos envolver empresas, que vão financiar o plantio e depois comprar a produção, como ocorre em outras cadeias”, explica Agnaldo Moraes da Silva, assessor de Planejamento e Avaliação da Sudeco.