Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 22 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Moradora de Sidrolândia precisa de sangue para fazer cirurgia cardíaca na 4ª - feira

O hospital e a família de Maria de Fátima pedem que as pessoas procurem o Banco de Sangue

Franciane Trindade/Região News

30 de Maio de 2011 - 20:30

Maria de Fátima Neves Furtado, 56 anos, aposentada, residente em Sidrolândia, está internada na Santa Casa de Campo Grande desde a última quinta-feira (26) por conta de problemas cardíacos.  Na próxima quarta-feira (01) a aposentada terá que passar pela terceira cirurgia cardíaca. Para isso, ela precisa de 10 doadores de sangue.

O problema é que o estoque no Banco de Sangue da Santa Casa não é suficiente. O maior hospital do Estado, hoje cadastra em média 45 novos doadores por dia, número considerado baixo. Por mês são 900 bolsas com 400 mililitros, quando são necessárias 1.200.

O hospital e a família de Maria de Fátima pedem que as pessoas procurem o Banco de Sangue que fica na Rua Eduardo Santos Pereira, 88, esquina com a Rua 13 de Maio e falem que vão doar para ela. Qualquer tipagem pode ser doada, mas a preferência é por doadores com sangue tipo o negativo.

O Banco de Sangue da Santa Casa funciona de segunda a sexta-feira, das 07h às 11h e das 12h às 17h. Para doar, é preciso estar bem alimentado, ter entre 18 e 65 anos e pesar acima de 50 quilos.

O doador não deve ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas e não pode estar fazendo uso de medicamento controlado. É necessário portar documento de identificação oficial com foto. Cirurgia cardíaca- A cirurgia cardíaca é o procedimento que mais utiliza bolsas de sangue. Na cirurgia adulta são 18 bolsas e seis na infantil.