Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 27 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Morte de cães por envenenamento preocupam moradores de Dourados

Dourados Informa

30 de Maio de 2011 - 13:52

A douradense Elaine Cardoso fez uma denúncia à reportagem na manhã desta segunda-feira (30), informando que vários cães estão morrendo envenenados no Parque dos Jequitibás, bairro onde vive.

Segundo a moradora, num período de três meses mais de dez cachorros já foram vítimas do produto conhecido como “chumbinho”, ela afirma também que dois de seus animais já foram mortos.

“Dois cãezinhos já foram envenenados dentro de casa, isso não está certo, eles agonizavam e eu levei até um veterinário que confirmou a morte pelo chumbinho. Minha filha sofreu muito”, reclamou.

O que também chama a atenção de Elaine é que quase todos os animais mortos, viviam em residências localizadas na Rua Guarda Municipal Solândia Francisca Miguel.

“Tudo indica que o autor deste crime deve ser algum morador, ou freqüentador da região que está matando por matar, pois se fossem ladrões que quisessem invadir alguma casa, os animais maiores seriam os alvos principais”, observou.

Indignada, a moradora disse que nunca ouviu ninguém reclamar da presença de cães na vizinhança, que na maioria do tempo, ficam presos e por isso não incomodam ninguém. Elaine e outros moradores se reúnem esta tarde para fazerem uma denúncia formal às autoridades.

Chumbinho

Segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o chumbinho é um produto clandestino, utilizado irregularmente como raticida pois não possui registro em nenhum órgão de governo.

O veneno leva este nome por ser encontrado na forma de um granulado cinza escuro ou grafite (“cor de chumbo”). Em geral ele é composto por restos de agrotóxicos como o nematicida, inseticida e acaricida.