Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Junho de 2024

Sidrolandia

MS recebe o 41º Encontro Nacional da Indústria Cerâmica

Dourados News

17 de Agosto de 2012 - 14:52

Campo Grande sedia entre os dias 15 e 18 de agosto o 41º Encontro Nacional da Indústria de Cerâmica Vermelha e a 15ª Expoanicer (Exposição de Máquinas, Equipamentos, Serviços e Insumos para a Indústria Cerâmica). Promovida pela Associação Nacional da Indústria Cerâmica (Anicer), a feira tem a parceria do Sindicato da Indústria Cerâmica do Estado de Mato Grosso do Sul e conta com o apoio do governo do Estado.

Na solenidade de abertura do evento, o governador André manifestou gratidão em sediar o evento em Mato Grosso do Sul. “É uma satisfação termos o presidente da Anicer (Luis Carlos Barbosa Lima) em Mato Grosso do Sul. É um orgulho recebermos os empresários do setor de cerâmica em nosso Estado. Tenho a certeza que neste encontro surgirão novas idéias e tecnologias, trazendo desenvolvimento para o setor” afirmou Puccinelli.

André ressaltou a produção da região norte do Estado. “Temos os pólos industriais cerâmicos de São Gabriel do Oeste, Coxim e Rio Verde em grande desenvolvimento. Queremos mostrar as potencialidades que Mato Grosso do Sul tem, principalmente na produção da cerâmica vermelha da região norte do Estado. Queremos integrar o Estado no cenário nacional. O governo do Estado apoia novos investimentos no setor e é parceiro no desenvolvimento do setor cerâmico” destacou.

É o principal evento do setor de cerâmica vermelha, composto por aproximadamente 6,9 mil empresas, que geram 293 mil empregos diretos, 900 mil indiretos e possui um faturamento anual de R$ 18 bilhões em todo o Brasil.

Para o presidente da Associação Nacional da Indústria Cerâmica (Anicer), Luis Carlos Barbosa Lima, Mato Grosso do Sul é um Estado promissor. “Cada vez que venho ao Mato Grosso do Sul me surpreendo com o seu crescimento. Se compararmos a outros estados brasileiros, vejo que aqui é o futuro do Brasil. Aqui se produz alimentos, tem vida e cresce de forma sustentável. Não escolhemos Campo Grande para realizar o evento; Mato Grosso do Sul é que nos obrigou a virmos para cá, pelo reconhecimento ao excelente trabalho desenvolvido aqui” afirmou o presidente da Anicer.

O Encontro promove anualmente a indústria cerâmica e fomenta o debate entre empresários, sindicatos, associações, pesquisadores fornecedores, instituições públicas e privadas, organizações internacionais e consumidores. É considerado o maior evento do setor na América Latina e o terceiro maior do mundo.

Para o diretor-presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), Sérgio Longen, Mato Grosso do Sul tem condições de expandir na região norte diversos segmentos do setor ceramista. “Unidos (governo, legislativo e setor privado) podemos incentivar novos empreendimentos no segmento ceramista no Estado. O Senai tem todo o suporte para o processamento da cerâmica, com tecnologia e qualificação profissional, além de laboratório certificado pelo Inmetro” afirmou Longen.

Visitas

Tecnologia, inovação, sustentabilidade e modernização serão temas dos eventos que compõem a feira – debates, exposição, capacitação, e visitas técnicas a indústrias instaladas na região Norte (Coxim, Rio Verde de Mato Grosso e São Gabriel do Oeste), onde está o principal pólo cerâmico de Mato Grosso do Sul. Cerca de 600 empresários conhecerão as técnicas de fabricação de tijolos e telhas das empresas Cotto Cerâmica Figueira e a Ceramitelha.

Nesta região estão instaladas indústrias que, juntas, são responsáveis pela produção mensal de 41% de blocos cerâmicos, 100% das lajotas rústicas e 2% das telhas produzidos no Estado. Elas são responsáveis ainda pela produção mensal de 3.850 milheiros de cerâmica estrutural; 165 mil m² de cerâmica de revestimento e três mil peças de artesanato.

Segundo a organização do evento, o fortalecimento do setor credenciou o Estado a sediar a 41ª feira. Atualmente, já são 134 fabricantes, segundo o presidente do Sindicato da Indústria Cerâmica de Mato Grosso do Sul, Natel de Moraes. É um grupo que tem contado com apoio do governo, se organizado em arranjos produtivos e qualificado sua produção.

Durante a abertura do evento foi realizada a entrega dos certificados PSQs, a entrega do Prêmio Jovem Ceramista e a assinatura do Protocolo de Intenções para o fornecimento de biogás para as indústrias do arranjo produtivo local “Terra Cozida Pantanal”. O evento acontece no Centro de Convenções Albano Franco.

Estiveram presentes na abertura do evento o deputado estadual Junior Mochi, a secretária de Estado de Produção e Desenvolvimento (Seprotur), Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias e empresários do setor.