Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Junho de 2024

Sidrolandia

Mulher de 49 anos morre com suspeita de Gripe A

Paciente teve quadro agravado há sete dias e morreu ontem

Dourados Agora

29 de Junho de 2012 - 09:51

Uma mulher de 49 anos morreu ontem, em Dourados, supostamente vítima do vírus H1N1 da gripe A. Conforme o filho dela, o médico disse que ela tinha todos os sintomas da doença, mas só depois do laudo oficial, que demora dias, se poderá dizer se a causa da morte foi a Gripe A.

Segundo a assessoria da prefeitura de Dourados, a Saúde foi comunicada do caso, na tarde de ontem, e aguarda o resultado do laudo que será emitido por um laboratório de São Paulo, único que é credenciado para isto.

O filho de Ivonita Schiavi Moreno contou ao Douradosagora que há dez dias, a mãe começou sentir dor na cabeça, febre e falta de ar. Procurou um posto de saúde, foi medicada e liberada.

Os sintomas continuaram, ela procurou o Pronto Atendimento Médico (PAM) onde foi informada pelo médico que poderia estar com pneumonia grave. Novamente foi medicada e liberada. Anteontem, o quadro piorou, com agravamento da falta de ar. Ela foi internada, no mesmo dia, no Hospital da Vida.

A paciente necessitava urgentemente de uma vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), já que respirava com a ajuda de aparelhos. O hospital vinha tentando uma vaga no Hospital Universitário, mas só foi liberada no final da tarde de ontem. Assim que foi internada teve a primeira parada cardíaca. Ela ficou em coma induzido e morreu após o segundo ataque.

O corpo está sendo velado na Capela Bom Jesus e será sepultado hoje às 16 no cemitério Parque das Primaveras. Ela deixa três filhos.

CASOS

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) em Campo Grande confirmou a morte de duas pessoas vítimas do vírus da gripe A (H1N1), os dois primeiros óbitos registrados na cidade este ano.

Outros 8 casos de pessoas com suspeita de infecção pelo vírus estão sendo apurados pela Sesau na Capital. As vítimas eram dois homens com faixa etária de 20 a 27 anos, segundo Mazina. Os homens estavam internados na Santa Casa e em um hospital privado de Campo Grande.

A cidade de Dourados investiga os primeiros casos de suspeita de gripe A do ano de 2012. Trata-se de um homem que saiu do Paraguai, permaneceu por 15 dias internado no Hospital de Ponta Porã e, devido a uma insuficiência respiratória mais agravante, foi transferido para Dourados, onde morreu antes de receber os primeiros atendimentos. Duas crianças que são filhos da vítima e a esposa dele estão internados no Hospital Universitário (HU), onde recebem tratamento médico.