Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 16 de Abril de 2024

Sidrolandia

Mundo comemora hoje o Dia do Doador de Sangue

No Dia Mundial do Doador de Sangue, que se comemora este ano sob o lema “Mais sangue, mais vidas”.

portalangop

14 de Junho de 2011 - 14:11

Mundo comemora hoje o Dia do Doador de Sangue
Mundo comemora hoje o Dia do Doador de Sangue - portalangop

O Mundo comemora hoje, 14 de Junho, o Dia do Doador de Sangue com o objetivo de sensibilizar a sociedade para a necessidade de sangue inócuo e seus derivados para transfusões e para a importante contribuição dos doadores voluntários.

A efeméride deve-se a uma proposta apresentada a Organização Mundial da Saúde (OMS) pela Federação Internacional das Organizações de Doadores de Sangue (FIODS) em parceria com a Federação Internacional da Cruz Vermelha e das Sociedades do Crescente Vermelho e apoiadas pela Sociedade Internacional da Transfusão Sanguínea (ISBT).

A proposta recebeu aceitação por parte da OMS, tendo esta entidade, oficialmente ratificado a posição relativamente a efeméride na última Assembleia Geral, realizada em Maio de 2005, quando os ministros da Saúde de todo o Mundo subscreveram uma declaração unânime de apoio à dádiva de sangue não remunerada.

Assim, foi decidido homenagear o cientista e médico austríaco Karl Landsteiner, precursor da transfusão sanguínea, que nasceu no dia 14 de Junho de 1868.

Ele descobriu o sistema dos grupos sanguíneos AB0 e abriu as portas à transfusão. Por esta razão, foi premiado com o Nobel da Medicina em 1930.

No Dia Mundial do Doador de Sangue, que se comemora este ano sob o lema “Mais sangue, mais vidas”, a comunidade mundial reconhece o papel especial de salvador de vidas dos dadores não remunerados.

Segundo dados estatísticos da OMS, todos os anos, mais de 500 mil mulheres morrem desnecessariamente durante a gravidez ou o parto, das quais 99 por cento ocorrem em países em desenvolvimento.

“Uma perda de sangue grave não tratada pode matar mesmo uma pessoa saudável num espaço de duas horas”.

“O acesso ao sangue seguro pode chegar a evitar um quarto de todas as mortes por falta de sangue”, segundo a OMS.

Em Angola, a comemoração da data inclui a realização de visitas de grupos de doadores de sangue à unidades de saúde, atividades desportivas envolvendo profissionais da saúde e dadores voluntários de sangue e atividades de educação para a saúde sobre a importância da dádiva de sangue e o sangue seguro.

Segundo dado do Centro Nacional de Sangue, publicados 2009, Angola necessitava de pelo menos 100 mil doadores voluntários, para satisfazer a procura de sangue nas suas unidades hospitalares.