Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 8 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Nova ferrovia que interligará MS ao Paraná deve ser construída em cinco anos

O investimento previsto é de R$ 7,3 bilhões, segundo a ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre). A obra será construída no período de 60 meses.

Campo Grande News

01 de Agosto de 2013 - 15:29

O traçado definido para a construção do novo ramal ferroviário da Ferroeste em Mato Grosso do Sul deverá ser concluído em cinco anos e terá investimento de R$ 7,3 bilhões. A nova linha férrea faz parte das estratégias para baratear o escoamento da produção agrícola no Estado, que é tema de debate entre representantes do poder público e produtores rurais na Famasul (Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul).

O encontro foi aberto pelo governador André Puccinelli (PMDB), pelo prefeito de Dourados, Murilo Zauith (PSB), e pelo presidente da Ferroeste, João Vicente Bresolin Araújo. Os secretários estaduais de Produção, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, e de Obras, Edson Giroto, também participam da reunião, que acontece as portas fechadas.

Murilo frisou a importância da novas ferrovias para a região de Dourados, um dos principais polos do agronegócio em Mato Grosso do Sul. Ele disse que a Ferroeste apresentaria, na reunião de hoje, todos os estudos sobre a viabilidade econômica do projeto.

Ele destacou ainda que o novo traçado da Ferrovia Norte Sul, que deverá interligar Dourados a Estrela do Oeste (SP), também será fundamental para o desenvolvimento da região. As duas ferrovias, Norte Sul e Ferroeste, vão se interligar em Dourados, de acordo com o prefeito.

Segundo Araújo, o objetivo do encontro é alinhar as diretrizes gerais entre os governos do Paraná, Mato Grosso do Sul e a União para melhorar o escoamento da produção. A administração do Porto de Paranaguá pediu a realização da reunião com representantes de Mato Grosso do Sul, já que a maior parte da exportação feita pelo local sai de Mato Grosso do Sul. “Não faz sentido o porto trabalhar sem saber a origem do produto”, contou o dirigente.

Traçado – O traçado da Ferroeste vai interligar Maracaju (MS) a Lapa, no Paraná. A extensão será de 989 quilômetros e interligará 33 municípios paranaenses e sul-mato-grossenses. O investimento previsto é de R$ 7,3 bilhões, segundo a ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre). A obra será construída no período de 60 meses.

Murilo explicou que dois grupos trabalham na elaboração dos projetos das ferrovias no Estado. O primeiro é para interligar MS a Panorama. O outro é interligar com Cascavel (PR).