Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 4 de Março de 2024

Sidrolandia

Novo senador de MS quer priorizar questão indígena e gasoduto

A melhor saída é aquisição de terras por preço justo, conciliando os interesses dos proprietários rurais e comunidades indígenas”.

Campo Grande News

31 de Janeiro de 2013 - 13:40

Empossado ontem (30) no Senado Federal, na vaga de Antônio Russo (PR), que pediu licença para tratamento de saúde, Ruben Figueiró (PSDB) revelou, nesta quinta-feira, que a questão indígena em Mato Grosso do Sul e a melhoria do aproveitamento do gasoduto Bolívia/Brasil vão pautar os primeiros meses de seu mandato.

“A problemática indígena é um tema que nos toca profundamente no aspecto social e o melhor aproveitamento do gás boliviano deve ser tratado como ponto de partida para acelerar nosso desenvolvimento econômico”, opinou, segundo informações de sua assessoria de imprensa.

Figueiró afirmou que a responsabilidade da solução para o conflito em torno das terras indígenas seja da União. Defendeu que o Estado atue como “agente institucional”. “A melhor saída é aquisição de terras por preço justo, conciliando os interesses dos proprietários rurais e comunidades indígenas”.

Sobre o gás boliviano, o tucano prega melhor aproveitamento, já que, “mais de 30 milhões de toneladas de gás passa por dia por meio das tubulações que atravessa nosso Estado sem nenhum aproveitamento de seus subprodutos”. Segundo o parlamentar, dessa forma, o Estado “queima recursos”.