Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 14 de Abril de 2024

Sidrolandia

Obras de recapeamento de rodovias começam a ser entregues em agosto

O trecho recapeado corresponde aos entroncamentos da BR-267 e BR-163, entre Deodápolis e Dourados

Campo Grande News

29 de Junho de 2011 - 08:22

As obras de recapeamento de asfalto em quatro rodovias estaduais já estão com data marcada para serem entregues. Juntos, o recapeamento totaliza mais de R$ 124 milhões.

Seguindo para os detalhes finais, de sinalização horizontal e vertical, a MS-145 e a MS-276, serão terminadas até agosto. O trecho recapeado corresponde aos entroncamentos da BR-267 e BR-163, entre Deodápolis e Dourados.

O investimento soma 371 quilômetros e a Seop (Secretaria de Estado de Obras Públicas e de Transportes) informa que apesar dos prazos serem estabelecidos no contrato, com o ritmo acelerado é bem provável que os trechos estejam prontos antes do previsto.

A MS-145 teve 87 quilômetros recapeados, a obra contemplou ainda melhorias na drenagem e travessia urbana dos distritos de Ipezal e Vila Castelo Branco, nos municípios de Angélica e Deodápolis.

No mesmo mês será entregue também a MS-276, que foi asfaltada e recebeu drenagem e intervenção para melhoria na travessia urbana dos distritos de Indápolis e Lagoa Bonita.

A reabilitação do asfalto nas duas rodovias contempla o município de Deodápolis, distante 252 quilômetros da Capital, o asfalto novo vai contribuir para a produção rural, acredita o sindicato ruralista.

“Nós estamos lutando para que isso acontecesse. Era um pedido do sindicato ao governo. A estrada representava perigo pelo grande fluxo da usina. Até não estávamos esperando, por ser uma região que ficou esquecida muito tempo, mas o serviço foi muito bem feito”, conta o presidente do sindicato Paulo Cardim.

Segundo a secretaria, viadutos, drenagem e bueiros já estão prontos. Os próximos passos são a execução da base e a capa do asfalto, seguido da sinalização.

Em setembro, outros dois trechos estão previstos para serem finalizados. Da MS-377, no entroncamento da BR-262 e MS-112 entre Água Clara e Inocência e da MS-141, entre as cidades de Naviraí e Ivinhema.

O recapeamento contempla e beneficia também as cidades de Água Clara e Naviraí. Com o quinto maior rebalho de Mato Grosso do Sul, Água Clara abriga mais de 900 mil bovinos espalhados pela zona rural. Pecuaristas veem no recapeamento a possibilidade de ampliar e melhorar a produção.

Já a cidade de Naviraí, que possui a sétima maior economia do Estado e é ponto de empresas e cooperativas de grande porte que contam com o apoio da administração municipal e das condições de estradas para o desenvolvimento da produção.

Para o prefeito Zelmo de Brida (PMDB), a restauração da estrada é importante para toda região do Conesul. “A rodovia é uma das ligações principais com São Paulo e acaba sendo decisiva para o Conesul. Foi reivindicada pela classe produtora por um bom tempo e agora foi atendida”, explica.

Outra obra de grande potencial é a implantação do contorno ferroviário de Três Lagoas, que caminha para a finalização.

Com entrega para dezembro, de cerca de 600 quilômetros de Bauru a Campo Grande está em andamento, com o trabalho nos detalhes finais da construção de viadutos nas travessias com as rodovias BR-262, BR-158 e estrada vicinal.