Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 23 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Páscoa: comerciantes sugerem aos clientes antecipar compras

Midiamax

25 de Março de 2011 - 13:32

Neste ano, a páscoa, considerada uma das melhores datas para o comércio, será em 24 de abril. Para os comerciantes, o dia não é o ideal. Como fica no final do mês e as pessoas geralmente já gastaram todo o salário, as vendas caem. Mas, com a previsão de aumento no preço dos ovos de chocolate, os supermercadistas confiam na antecipação das compras.

Segundo a Amas (Associação Sul-mato-grossense de Supermercados), a tendência é de que os preços aumentem após o dia 16 de abril, quando a páscoa já está próxima e as pessoas correm para os supermercados. O presidente da entidade, Acelino de Souza Cristaldo, explica que no início de mês, período de pagamentos, as pessoas têm mais dinheiro e por isso devem aproveitar para fazer as compras. "No período de maior procura podem faltar os produtos", ressalta.

A expectativa da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) é de um acréscimo de 10,6% nas vendas dos produtos mais consumidos na época. Segundo a Amas, o Mato Grosso do Sul deve acompanhar a tendência de crescimento.

“A expectativa se refere ao volume de vendas, já que os preços são parecidos com o do ano passado”, destaca Acelino. Os mais de 10% são bons para o comércio e representam crescimento real, acima da média inflacionária.

A dona-de-casa Emília Maria Silva, de 24 anos, diz que ainda não pesquisou os preços da páscoa esse ano, mas vai comprar no mês que vem para a filha de três anos que adora chocolate. Emília ainda cogita a possibilidade de deixar para comprar os ovos após a páscoa, quando os preços devem diminuir.

Os ovos de páscos, típicos do período, variam entre os números 9 com 50 gramas de chocolate e número 25 com 510 gramas. Os valores se diferenciam dependendo do tamanho e marca, e podem chegar a R$ 60.