Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 27 de Janeiro de 2021

Sidrolandia

Pavimentação da MS-274 garante segurança e dinâmica no escoamento produtivo para Angélica

A pavimentação integra o Programa de Transportes e Desenvolvimento Sustentável de Mato Grosso do Sul (PDE), que é parte do programa MS Forte, lançado em 2009

Notícias MS

31 de Dezembro de 2012 - 14:23

O município de Angélica recebeu no dia 20 de dezembro a pavimentação asfáltica do trecho da rodovia MS-274 que liga a cidade ao distrito de Ipezal. A solenidade de inauguração contou com a presença do governador André Puccinelli, e do prefeito de Angélica, João Donizete Cassuci.

Com a pavimentação, o município de Angélica incrementa seu potencial econômico, principalmente no escoamento da produção de cana-de-açúcar, carne bovina, soja, álcool e também na segurança da população que trafega pela rodovia. Para o prefeito de Angélica, João Donizete Cassuci, a entrega da pavimentação de 32,5 quilômetros da MS-274 é um sonho que se torna realidade e que consolida o crescimento econômico no município.

“Por muito tempo esperávamos a entrega deste trecho da MS-274 pavimentado. Muitos consideravam até um sonho perdido devido à demora das administrações anteriores, mas hoje essa situação terminou. O deslocamento para outros municípios através da MS-274 torna-se mais prático e seguro, assim como o transporte da safra de grãos de Angélica. A parceria com o Governo do Estado foi primordial para que o sonho da pavimentação se tornasse realidade, devolvendo a segurança para a população que utiliza o trecho”, afirmou o prefeito.

De acordo com o gerente regional da empresa sucroenergética Adecoagro em Angélica, Tomas Payne, os investimentos no município tenderão a crescer gradativamente, já que os custos da logística empresarial ficarão mais práticos com a nova malha rodoviária.

“Toda reforma na malha rodoviária na região é de extrema importância por proporcionar a praticidade na logística, algo fundamental no ramo sucroalcooleiro. Dessa forma, o transporte de cargas, equipamentos, matéria-prima e produtos se torna mais seguro e dinâmico. A atuação do governo do estado foi fundamental neste crescimento. Pudemos acompanhar o período em que a rodovia apresentava condições precárias e o governo conseguiu mudar este cenário de forma rápida e eficiente”, destacou o gerente.

A obra foi executada com recursos próprios do Estado, no valor de R$ 24.553.725,30, financiados pelo Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (Bird). O empreendimento também contempla a construção de uma rotatória, na interseção das rodovias MS-141 e MS-145, reordenando o tráfego no acesso ao município e ao distrito.

A pavimentação integra o Programa de Transportes e Desenvolvimento Sustentável de Mato Grosso do Sul (PDE), que é parte do programa MS Forte, lançado em 2009 pelo governador André Puccinelli. O projeto de pavimentação de estradas em Angélica e região  está inserido neste plano, aumentando a eficiência produtiva, reduzindo desigualdades sociais em áreas deprimidas, integrando e induzindo o desenvolvimento em áreas de expansão de fronteira agrícola e mineral.