Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 17 de Junho de 2024

Sidrolandia

Poeta Manoel de Barros morre aos 97 anos em Campo Grande

A morte foi confirmada em nota enviada pelo hospital e assinada pela coordenadora médica da UTI, Carmelita A

Correio do Estado

13 de Novembro de 2014 - 10:13

Morreu nesta quinta-feira (13), às 8h05min, aos 97 anos, o poeta Manoel de Barros. Ele havia passado por uma cirurgia de desobstrução do intestino e estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Proncor de Campo Grande.

A morte foi confirmada em nota enviada pelo hospital e assinada pela coordenadora médica da UTI, Carmelita A. Vilela. O poeta completaria 98 anos no dia 19 de dezembro. O local do velório ainda não foi divulgado. 

O fazendeiro, advogado e poeta Manoel de Barros nasceu em Cuiabá (MT), em 1916. Mudou-se para Corumbá e depois para Campo Grande, onde morava atualmente. 

Na família, era chamado carinhosamente de Nequinho. Ele escreveu 18 livros de poesia, além de livros infantis e relatos autobiográficos. Recebeu prêmios literários, incluindo dois Jabutis, em 1989, com "O Guardados de Águas" e, em 2002, com "O Fazedor do Amanhecer".