Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 25 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Polícia abrirá inquérito para apurar mortes no Hospital do Câncer em MS

A expectativa do Ministério Público é que o inquérito apure se houve negligência, imprudência ou imperícia de profissionais de saúde na morte de pacientes

G1 MS

31 de Julho de 2013 - 08:43

O delegado Fernando Nogueira, titular da 5ª Delegacia de Polícia Civil em Campo Grande, recebeu na tarde desta terça-feira (30) o pedido do Ministério Público Estadual (MPE) para investigar as mortes de pacientes no Hospital do Câncer (HC), ocorridas entre 2009 e 2012. Segundo ele, um inquérito será aberto para apurar o caso, possivelmente em segredo de Justiça.

A Requisição foi feita pela promotora Paula Volpe à Direção geral de Polícia Civil. com base em um relatório de auditoria e análises de prontuários feito pelo Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde (Denasus), além de famílias de vítimas que procuraram o MPE.

A expectativa do Ministério Público é que o inquérito apure se houve negligência, imprudência ou imperícia de profissionais de saúde na morte de pacientes. São 17 casos que motivaram o pedido, dos quais, apenas três pacientes teriam sobrevivido.

Em entrevista anterior, Paula disse que chama a atenção, além do alto número de óbitos, a forma como alguns procedimentos eram feitos, como o início da quimioterapia sem a avaliação funcional dos pacientes e tratamentos feitos por períodos maiores que o adequado.

“É necessário que a polícia investigue os prontuários e ouça as pessoas. O que se vê desde já é que houve tratamento inadequado, o que pode configurar homicídio culposo”, disse.