Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 24 de Junho de 2024

Sidrolandia

Policia Ambiental multa fazendeiro de Sidrolândia em R$ 80 mil por corte de 145 aroeiras

Os policiais encontraram 145 árvores derrubadas, sendo várias delas da espécie "aroeira", que haviam sido cortadas na fazenda sem autorização.

Flávio Paes/Região News

06 de Agosto de 2012 - 00:02

O proprietário da Fazenda Estância Isabel, residente em Sidrolândia, foi multado em R$ 80 mil pela Polícia Militar Ambiental por exploração ilegal de madeira de lei e por incêndio. Os policiais encontraram 145 árvores derrubadas, sendo várias delas da espécie "aroeira", que haviam sido cortadas na fazenda sem autorização. A madeira foi apreendida.

Conforme a PMA, o proprietário da fazenda ainda queimou sem autorização ambiental várias árvores em leiras. Além da multa ele também responderá por crime ambiental e poderá pegar pena de 1 a 2 anos de reclusão. A portaria 83 N de 1991 do IBAMA proíbe o corte da "aroeira" e algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais. Inclusive, em desmatamentos autorizados, essas espécies não podem ser cortadas.

No local, os policiais autuaram duas pessoas que utilizavam motosserras na exploração da madeira sem Licença de Porte e Uso (LPU), documentação legal expedida pelo IBAMA, para legalização de motosserras. Um deles ainda possuía madeira sem autorização.

Este foi autuado administrativamente em R$ 1.900,00, sendo R$ 1.000,00 pela motosserra ilegal e R$ 900,00 pela madeira, que foi apreendida, junto com a motosserra. Ele responderá por crime ambiental, podendo pegar pena de 3 meses a 1 ano de detenção pelo uso ilegal da motosserra e mais 6 meses a 1 ano de detenção pela madeira ilegal.

O outro homem teve a motosserra apreendida e foi multado em R$ 1.000,00. Ele também responderá por crime ambiental, podendo pegar pena de 3 meses a 1 ano de detenção.