Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 7 de Maio de 2021

Sidrolandia

Policiais pulam muro de residência para socorrer mulher espancada pelo marido

Criança de 4 anos, filho do casal, presenciou toda a violência contra a mãe

Correio do Estado

21 de Novembro de 2016 - 14:26

Equipe da Polícia Militar teve de pular o muro de uma residência para socorrer uma mulher, de 41 anos, que estava sendo espancada pelo marido, de 43 anos, na noite de ontem (20) em Naviraí. Ela foi agredida na frente do filho do casal, de 4 anos, com um cinto e golpeada com uma muleta.

Os militares do 12º Pelotão chegaram na casa depois de receberem denúncia anônima. No portão do imóvel, eles perceberam que estava trancado com cadeado.

No interior da residência, a mulher chorava muito e disse que o marido havia colocado a proteção nas grades e havia lhe agredido. A equipe pediu para o homem abrir o portão, mas ele se negou.

Os policiais tentaram conversar com o suspeito das agressões, mas ele alegava que a esposa estava inventando a história. Neste momento, eles tiveram de pular o muro para evitar que algo pior acontecesse, pois o homem, aparentemente, estava bêbado.

Na casa, a vítima disse que havia sido ameaçada de morte, além de ser agredida fisicamente com os objetos. A criança contou detalhadamente o que havia acontecido com a mãe.

O suspeito, que estava com sinais claros de embriaguez, foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Naviraí.