Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 18 de Abril de 2021

Sidrolandia

Prefeito confirma extinção de duas secretarias e demite 60 comissionados

A pasta do Desenvolvimento Econômico será vinculada á Secretaria de Desenvolvimento Rural e o do Esporte ficará vinculado a Secretaria de Educação.

Flávio Paes/Região News

06 de Novembro de 2014 - 14:13

Como parte das medidas de ajustes nas contas públicas, o prefeito Ari Basso (PSDB) decidiu extinguir duas Secretarias – de Desenvolvimento Econômico, e da Juventude, Esporte e Lazer – que serão transformadas em departamentos.

A pasta do Desenvolvimento Econômico será vinculada á Secretaria de Desenvolvimento Rural e o do Esporte ficará vinculado a Secretaria de Educação. Só com o corte do salário dos secretários (R$ 7.900,00) haverá uma economia mensal de R$ 15.800,00.

Somam-se a estes dois cargos de primeiro escalão, o de Controlador Geral, que com o pedido de exoneração do titular, Wolfgang Leo Arruda, não deve ser preenchido, pelo menos neste ano. A extinção de secretarias, com o enxugamento da atual administrativa foi antecipada pelo Região News há seis meses como parte da estratégia para reduzir os gastos com pessoal. 

Com a extinção a Secretaria de Desenvolvimento Econômico seis comissionados foram demitidos. Da Secretaria da Juventude foram exonerados os funcionários Alexandre Souza de Assis; Roselaine Moreira dos Santos  e Jorcelina Martins Machado de Souza.

Conforme nota divulgada pela Prefeitura, em atendimento a recomendação do Ministério Público, foram exonerados os 60 comissionados que ocupam cargos de assessor técnico I (25 servidores) com salário de R$ 1.285,31 e assessor técnico II (35), com vencimento bruto de R$ 1.175,10. Com estas demissões a economia chega a R$ 73.261,25. O entendimento da Promotoria é de que estas funções devem ser ocupadas por concursados.