Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 6 de Maio de 2021

Sidrolandia

Prefeito vai retirar projeto polêmico sobre cessão de área para empreiteira

A operação foi contestada pelo vice-prefeito eleito Wellison Muchiutti Hernandes.

Flávio Paes/Região News

21 de Novembro de 2016 - 17:00

O prefeito Ari Basso decidiu retirar o projeto de lei 29, que prevê a cessão de uso de uma área de 6.322 metros quadrados no Morada da Serra, para a empreiteira Jaqueline Cristina Zielinski. A operação foi contestada pelo vice-prefeito eleito Wellison Muchiutti Hernandes, que semana passada encaminhou requerimento ao Legislativo, no qual pede aos vereadores para não deliberar sobre a proposta na atual legislatura, deixando a questão para 2017, depois de ser avaliada pelo prefeito eleito Marcelo Ascoli. Wellison também pediu a intervenção do Ministério Público que vai apurar se há irregularidade no procedimento.

O projeto foi enviado ao Legislativo no último dia 31 de outubro, segundo o prefeito, com uma série de erros que seriam corrigidos com o envio de um substitutivo. Entre os erros, reconhecidos pelo próprio prefeito, está o tamanho do imóvel a ser cedido à empresa, previsto nesta versão. Ao invés de mais de 6.300 metros quadrados, haveria desafetação de aproximadamente 30% a penas (2 mil metros), sobrando mais de 4,3 mil metros de área institucional para prefeitura utilizar.

Também não foi incluído o dispositivo no prazo em que o terreno público, ficaria em poder da empresa e depois seria devolvido à Prefeitura. Conforme o prefeito, a empresa usaria a área para manter suas máquinas e equipamentos enquanto concluísse as frentes de obras que mantém na cidade (depois de vencer a licitação), como a construção de uma escola no Jardim Paraíso e de uma praça no próprio conjunto Morada da Serra.