Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 25 de Maio de 2022

Sidrolandia

Prefeito visita Barretos para conhecer sistema de processamento do lixo orgânico

motivo da viagem é para conhecer a tecnologia que vem sendo empregada naquela cidade na usina de processamento e destino final do lixo orgânico

Cid Pinheiro - Assessor de Comunicação

15 de Outubro de 2015 - 10:15

O Prefeito Ari Basso viajou no inicio da manhã desta quarta-feira (14), para a cidade de Barretos-SP, acompanhado do vereador Waldemar Acosta e do secretário de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Cezar Queiroz.

O motivo da viagem é para conhecer a tecnologia que vem sendo empregada naquela cidade na usina de processamento e destino final do lixo orgânico. O prefeito e os vereadores de Sidrolândia tem visitado vários sistemas que já estão funcionando em algumas cidades do país em busca da forma ideal para ser implantado no município.

No último dia 8 de outubro, a Câmara dos Deputados votou e aprovou uma emenda que trata da prorrogação dos prazos para aterros sanitários - da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS - Lei 12.305/2010). A matéria, que foi incluída no Projeto de Lei de Conversão (PLV) 17/2015 – oriundo da Medida Provisória (MP) 678/2015, terá votação separada.

A Prefeitura Municipal tem corrido contra o tempo em busca de soluções para o problema do lixão e o aterro sanitário a céu aberto, que vem preocupando autoridades de todo o Brasil. O prazo para a desativação dos lixões venceu em agosto de 2014.

A Confederação Nacional do Municípios se posicionou contra a emenda que prorroga o prazo dos aterros sanitários. Para a CNM, a emenda não atende a necessidade dos municípios e pode prejudicar mais do que beneficiá-los. O texto vincula a disposição final de rejeitos ao que determinar os Planos Estaduais de Resíduos Sólidos, o que pode prejudicar seriamente os Municípios. 

A visita das autoridades do município a cidade de Barretos é para conhecer a tecnologia que vem sendo usada em um protótipo apresentado por uma empresa privada. O secretário Cezar Queiroz informou que não há nada de concreto, a administração municipal está em busca do projeto certo que irá resolver definitivamente o problema de Processamento e destino final do lixo na cidade.