Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Fevereiro de 2024

Sidrolandia

Prefeitura dá explicação evasiva sobre exonerações de comissionados

A exoneração de Cristian Ramos de Araujo foi justificada porque o rapaz foi convocado para prestar o serviço militar

Flávio Paes/Região News

11 de Março de 2013 - 14:51

Em nota oficial divulgada na manhã desta segunda-feira (11), a Prefeitura de Sidrolândia tentou explicar a exoneração de 12 servidores nomeados no início de janeiro. O prefeito interino Ilson Peres (PSDB) tentou descaracterizar as demissões como o primeiro passo para reduzir os gastos da máquina administrativa, inchada pelo grande número de contratações efetivadas no período que antecedeu a eleição suplementar.

As explicações trazidas na nota oficial são no mínimo discutíveis. A exoneração de Cristian Ramos de Araujo foi justificada porque o rapaz foi convocado para prestar o serviço militar. O que transparece incompreensível, porque a prefeitura nomeou um funcionário sabendo previamente que em dois meses ele pediria demissão porque vai servir o Exército.

Já a exoneração de Paula Aline Ribeiro Areco, que residia no Quebra Coco, foi justificada porque ela foi mudar em outro município. Difícil acreditar que justamente agora, quando conseguiu um emprego público num distrito onde uma oportunidade de emprego é uma raridade, tenha tomado a decisão de sair da cidade de forma súbita.