Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 24 de Junho de 2024

Sidrolandia

Prefeitura pede autorização à Câmara para financiamento de R$ 1,7 milhão que garante asfalto no Cascatinha

O montante aprovado corresponde a 12% do valor cadastrado em 2013 pela administração municipal que pleiteou R$ 13,6 milhões.

Flávio Paes/Região News

20 de Novembro de 2014 - 22:32

Prefeitura pede autorização à Câmara para financiamento de R$ 1,7 milhão que garante asfalto no Cascatinha
Os moradores do Cascatinha enfrentam problemas de alagamentos e esperam há muito tempo pela pavimentação - Foto: Marcos Tomé/Região News

O prefeito Ari Basso (PSDB) encaminha a Câmara para votação em regime de urgência na sessão da próxima segunda-feira, o projeto que autoriza a Prefeitura  contratar empréstimo de R$ 1,7 milhão junto à Caixa Econômica Federal dentro do chamado Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) voltado a obras de infraestrutura nos municípios de até 50 mil habitantes. 

Os recursos serão aplicados em asfalto e drenagem nos bairros Cascatinha I e II, Jardim do Sul e Santa Marta. A proposta do Executivo (que terá de ser lida, analisada pelas comissões e votada em plenário na mesma sessão) está sendo enviada à Câmara seis meses depois do projeto ter sido habilitado junto ao Ministério das Cidades. 

O montante aprovado corresponde a 12% do valor cadastrado em 2013 pela administração municipal que pleiteou R$ 13,6 milhões. Estes recursos garantiriam o asfaltamento de 90% do perímetro urbano. Um dos projetos, no valor de R$ 6,9 milhões, previa a pavimentação do Grande São Bento, abrangendo bairros como o São Bento, Pindorama, Diva Nantes, parte do Jardim Paraíso, Sidrolar. 

O outro, de R$ 6 milhões, atenderia aos bairros da parte alta, incluindo o Cascatinha (onde é necessário um investimento pesado em drenagem), Jardim do Sul, Jardim Alfa e Santa Marta. Os moradores do Cascatinha enfrentam problemas de alagamentos e esperam há muito tempo pela pavimentação que chegou a ser lançada em 2011 pelo ex-prefeito Daltro Fiuza (PMDB) que prometia investir os recursos obtidos com o dinheiro obtido com a “venda” da folha  pagamento dos servidores municipal ao HSBC (mais de R$ 2 milhões) nestas melhorias reclamadas pela comunidade.

Foram asfaltadas algumas ruas, principalmente no entorno do centro de educação infantil e feita parte da drenagem. Mesmo assim os problemas de alagamento continuam. Os recursos deste financiamento são a maior aposta da administração municipal para deixar sua marca em termos de infraestrutura urbana.

A atual gestão vai entregar em dezembro um pequeno trecho de asfalto do acesso ao Residencial Altos da Figueira e concluiu a pavimentação na rua Lauro Muller, no São Bento. A única frente de obras que estava em andamento (a do Bairro Sol Nascente) foi interrompida mês passado porque a Caixa Econômica atrasou os pagamentos da empreiteira. 

O projeto orçado em mais de R $ 1,3 milhão é fruto de emenda parlamentar que alocou recursos junto ao Ministério das Cidades. Há duas emendas empenhadas no valor de R$ 1 milhão, metade para pavimentação do acesso ao Residencial Diva Nantes e a outra parcela de R$ 500 mil, destinada a abertura de uma  nova ligação do bairro São Bento ao centro da cidade.