Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 28 de Fevereiro de 2024

Sidrolandia

Presença do Maníaco da Cruz em Nova Andradina é mera especulação, diz polícia

Delegado também descarta risco de atentados a veículos, como os que ocorrem na Capital

Nova News

18 de Março de 2013 - 14:11

Na manhã desta segunda-feira (18), a Polícia Civil de Nova Andradina classificou como especulação a possível presença do Maníaco da Cruz na cidade. Desde o dia 03 de março, data em que o jovem Dyonathan Celestrino, hoje, com 21 anos, conseguiu fugir da Unidade Educacional de Internação (UNEI) de Ponta Porã, onde estava desde outubro de 2008, vários são os rumores sobre a presença do maníaco em cidades da região do Vale do Ivinhema.

Moradores locais diariamente mantêm contato com órgãos de imprensa para questionar a veracidade sobre a possível presença do Maníaco da Cruz na região. No domingo (17), somente no período da manhã, a Rádio Comunitária Cidade FM de Batayporã, recebeu cerca de seis ligações de pessoas em busca de informações sobre o paradeiro do jovem. Esta conduta também é adotada por moradores de Nova Andradina, Anaurilândia, Ivinhema e outras cidades.

Diante do fato, a 1º Delegacia de Polícia de Nova Andradina alerta que, até o momento, não há nenhuma informação sobre o paradeiro do jovem. A autoridade policial afirmou que os boatos sobre a possível presença do maníaco na região não passam de especulação. "As pessoas criam problemas onde eles não existem. Se houvesse algum indício sobre a presença do Maníaco da Cruz na região, com certeza a polícia iria apurar as denúncias e organizar operações para capturá-lo", afirma o delegado titular.

A Polícia Civil afirma que, não há nenhuma informação, indício ou pista sobre o paradeiro de Dyonathan Celestrino. "As polícias Civil e Militar de Mato Grosso do Sul e também autoridades paraguaias estão empenhadas em localizar o jovem. Se houvesse algo de concreto sobre o seu paradeiro, com certeza uma mega-operação seria organizada imediatamente", explicou o delegado.

No domingo (17), o programa Domingo Espetacular, da Rede Record, exibiu reportagem especial sobre as buscas pelo Maníaco da Cruz na região da fronteira com o Paraguai. As equipes ouviram as mães das vítimas, entrevistaram o secretário de Justiça e Segurança Pública do Estado, Wantuir Jacini e exibiram depoimento com o jovem, gravado quando ele foi preso, em 2008.