Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 10 de Agosto de 2022

Sidrolandia

Produtor investe R$ 500 mil para adotar plantio de hortaliça no sistema hidropônico

O objetivo é que esta produção hidropônica passe a representar 30% das hortaliças colheitas no sitio, onde há 8 hectares cultivados no sistema tradicional de hortas.

Flávio Paes/Região News

18 de Agosto de 2015 - 10:45

Certamente pouca gente sabe o que é hidropônica, embora está não seja exatamente uma técnica nova (criada nos Estados Unidos em 1935), mas se depender de um dos mais tradicionais produtores de hortaliças da cidade, o cultivo de folhosas fora do solo, passará a fazer parte da rotina de Sidrolândia.

Constante Veronka, investiu R$ 500 mil na montagem de uma estrutura de produção que inclui rede de irrigação, 13 estufas com mesas de cultivo cada uma com capacidade para receber 300 mudas de alface, almeirão, rúcula.

O objetivo é que esta produção hidropônica passe a representar 30% das hortaliças colhidas no sitio, onde há 8 hectares cultivados no sistema tradicional de hortas. Toda esta verdura é levada para Campo Grande, onde é comercializada no Ceasa em grandes de supermercados.   

A hidropônica é a técnica de cultivar plantas sem solo, onde as raízes recebem uma solução nutritiva balanceada que contém água e todos os nutrientes essenciais ao desenvolvimento da planta. Na hidropônica as raízes podem estar suspensas em meio liquido (NFT) ou apoiadas em substrato inerte (areia lavada por exemplo).

Produtor investe R$ 500 mil para adotar plantio de hortaliça no sistema hidropônicoAo cultivar com solução nutritiva utilizando um substrato não inerte (húmus por exemplo), admite-se dizer que é um cultivo sem solo, mas não é adequado referir-se como sendo hidropônica. Quando a solução é aplicada ao solo, tem-se a ferti-irrigação. Não é cultivo sem solo, nem hidropônica. Em geral esta solução não é completa, pois tem caráter complementar.

Portanto, na hidropônica a única fonte de nutrientes para as plantas é a solução nutritiva, pois, se houver substrato, este é inerte. No caso de cultivo sem solo, basta que o solo não seja utilizado. Um exemplo, é o cultivo apenas em húmus de minhoca.

A palavra hidropônica vem do grego, dos radicais hydro = água e ponos = trabalho. Apesar de ser uma técnica relativamente antiga, o termo hidropônico só foi utilizado pela primeira vez em 1935 pelo Dr. W. F. Gericke da Universidade da Califórnia.

Essa técnica pode ser aplicada tanto em escala doméstica (pequenos vasos) bem como em escala comercial (grandes plantações em galpões). Gericke adotou o sistema de cultivo sem solo para as condições de campo, de tal forma que se tornou o primeiro passo para viabilizar o cultivo em escala comercial. Quando se diz que "Gericke é o pai da hidroponia" não significa que ele inventou o cultivo sem solo, mas trata-se de uma homenagem aos avanços científicos conquistados por ele e por ter pela primeira vez usado o termo hidroponia.