Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 29 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Professores rejeitam proposta salarial da prefeitura de Dourados

Dourados Agora

21 de Maio de 2011 - 10:45

Os professores da rede municipal de Dourados rejeitaram a proposta da prefeitura por unanimidade em assembleia realizada ontem à tarde na sede do Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação (Simted). Na semana passada a categoria criou indicativo de greve para começar na próxima segunda-feira por conta da falta de uma contraproposta da prefeitura.

O último prazo para o município enviar o documento oficial com as propostas ao foi nesta sexta-feira, o que foi atendido pelo município. Pela proposta do executivo, seria concedido para os professores 6% sobre a regência, inclusive aos inativos ou afastados com licença médica. Quanto a equiparação salarial aos professores do Estado, a prefeitura propôs conceder esse reajuste em quatro parcelas, o que terminaria em 2015.

A categoria rejeitou a proposta e em seguida fez uma contraposta, que será enviada segunda-feira para a prefeitura. Nesta proposta os professores sugerem 10% de regência de imediato e a equiparação salarial em três parcelas.

De acordo com o secretário de Finanças do Simted, Ataulfo Alves Stein, as negociações com a prefeitura vão continuar na próxima semana e por enquanto o indicativo de greve está suspenso, portanto haverá aula segunda-feira normalmente nas escolas . No entanto, segundo ele, não é descartada uma greve por tempo indeterminado, caso não haja um acordo entre professores e prefeitura nos próximos dias.