Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 16 de Abril de 2024

Sidrolandia

Programa de Aquisição de Alimentos beneficia 134,5 mil em MS

Os projetos envolvem cultivo de frutas, hortícolas, semente de feijão, mandioca e a produção de mel de abelha, doce de leite, tilápia, bagre africano, doces e polpas

Conjuntura Online

06 de Julho de 2011 - 10:19

A CONAB/MS (Companhia Nacional de Abastecimento) divulgou os resultados do Programa de Aquisição de Alimentos  no primeiro semestre de 2011. Já participam do PAA 10 municípios do Estado abrangendo 967 agricultores familiares, com repasse do Governo Federal para aquisição de alimentos no valor de R$ 4,3 milhões.

A contrapartida já possibilitou a compra de 2.005.218 quilos de alimentos, estes distribuídos a 199 entidades filantrópicas que já redistribuíram os mesmos beneficiando 134,501 pessoas.

O Secretário Executivo do CEDRS/MS (Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável de Mato Grosso do Sul), órgão vinculado a Seprotur (Secretaria de Desenvolvimento Agrário, Produção, Indústria, Comércio e Turismo do Estado), Carlos Gonçalves, explica os fundamentos do PAA.

"O Programa de Aquisição de Alimentos é um mecanismo de fortalecimento da comercialização da agricultura familiar, que permite ao Governo Federal comprar produtos alimentícios dos agricultores familiares - a sejam eles tradicionais, assentados,indígenas ou ainda quilombolas - para formação de estoques estratégicos ou doação às as entidades com atuação reconhecida junto às populações em situação de insegurança alimentar e nutricional", esclarece ele.

Ainda segundo Gonçalves, o Programa é operacionalizado pela CONAB/MS em parceria com associações e cooperativas de agricultores familiares, Seprotur,Agraer ( Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), Prefeituras municipais, movimentos sociais, Programa Mesa Brasil, com o apoio do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável e CEDRS/MS com recursos oriundos dos Ministérios de Desenvolvimento Social e Combate a Fome e do Desenvolvimento Agrário.

Em Mato grosso do Sul, 15 entidades já participam do PAA em 2011, distribuídas nos municípios de Rio Brilhante, Itaquiraí, Itaporã, Dourados, Terenos, Caracol, Campo Grande, Amambai, Jardim e Ponta Porã. Os projetos envolvem cultivo de frutas, hortícolas, semente de feijão, mandioca e a produção de mel de abelha, doce de leite, tilápia, bagre africano, doces e polpas.

A busca por maiores informações e esclarecimentos é fundamental, pois a maioria dos agricultores familiares podem fornecer sua produção, basta se enquadrar em uma das modalidades de atuação do PAA.