Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 17 de Janeiro de 2021

Sidrolandia

Rio Pardo Bioenergia começa a esmagar soja em fevereiro

O cronograma de funcionamento da indústria foi anunciado pelo diretor da Bioenergia, Osvaldo Neves de Aguiar, durante a solenidade de entrega parcial das instalações

Flávio Paes/Região News

13 de Dezembro de 2012 - 07:45

A Rio Pardo Bioenergia, a primeira indústria de esmagamento de soja de Sidrolândia, entra em operação no início de fevereiro, com previsão de processar diariamente 300 toneladas. Já estão prontos os silos de armazenagem do grão (com capacidade para 4 toneladas) e nos próximos dias começa a instalação dos equipamentos industriais que serão testados em janeiro.

O cronograma de funcionamento da indústria foi anunciado pelo diretor da Bioenergia, Osvaldo Neves de Aguiar, durante a solenidade de entrega parcial das instalações, na presença do governador André Puccinelli, do prefeito Daltro Fiúza, além de diversas autoridades. A empresa está instalando seu complexo industrial em Sidrolândia, na Rodovia MS-060, Km 425 (saída para Nioaque).

Foram investidos R$ 22 milhões, recursos próprios, já que até agora o Banco do Brasil não aprovou o financiamento do Fundo Constitucional do Centro-Oeste. De acordo com Osvaldo Neves de Aguiar, a empresa atuará de forma sustentável com a mais alta tecnologia conhecida no setor.

“Vamos mudar o conceito de extração de óleo vegetal em todo o mundo. É um processo inteiramente sustentável com o máximo de produção de proteína de soja por quilo”. Nesta entrevista ao Região News, o empresário destaca a importância da chegada da nova indústria. Já o prefeito Daltro Fiuza, destaca o esforço que promoveu para atrair este investimento.