Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 22 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Ruy Celso Barbosa Florence é empossado desembargador do TJMS

Assessoria de Imprensa

19 de Maio de 2011 - 10:00

O desembargador Ruy Celso Barbosa Florence tomou posse hoje no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. O plenário ficou lotado de autoridades, parentes, amigos e servidores do Poder Judiciário.

O primeiro a saudar o desembargador Ruy Celso foi o presidente da Ordem dos Advogados de Mato Grosso do Sul (OAB/MS), Leonardo Avelino Duarte, que apontou-o como sendo um nome que desperta admiração da classe dos advogados pela notável e reconhecida capacidade técnica, além da paixão com que desempenha o ofício. “Nestes vinte e cinco anos de magistratura, o Des. Ruy Celso ganhou entre a advocacia reputação de magistrado trabalhador e competente, com notável preocupação pública e sensibilidade de sobra para o exercício do ofício”, disse ele.

O Procurador-Geral de Justiça foi outro a ressaltar as qualidades do novo componente da mais alta Corte de Justiça Sul-mato-grossense: “Acredito que as adversidades o tornaram mais humano e sensível às necessidades dos outros, tendo sublimado diante da sua atuação nos anos em que Vossa Excelência esteve à frente da 4ª Vara de Família e Sucessões desta Capital, conhecendo o homem em todas as suas nuances; desvendando seus sentimentos e apaziguando conflitos. (...) Sua trajetória me faz lembrar de um provérbio grego que diz que os grandes navegadores devem sua reputação aos temporais e tempestades (...) Podemos ver que Vossa Excelência soube bem conduzir seu navio que hoje ancora no porto desta Casa para aqui gravar mais um belo capítulo da sua história”.

A saudação em nome do Tribunal de Justiça coube ao Des. Rubens Bergonzi Bossay, que se declarou honrado com a responsabilidade: “Coube-me o honroso mister de saudar, nesta solenidade, o novel desembargador e o faço com muito gosto por tratar-se de pessoa culta, discreta e de reconhecido saber jurídico e de um amigo que estimo muito”.

Depois de discorrer sobre o extenso currículo do agora nobre par Ruy Celso, Bossay falou sobre a justiça, seu papel e citou renomados juristas. Ao final de seu discurso, Rubens falou diretamente ao novo integrante da Corte: “O Des. Ruy Celso é juiz neste Estado desde 1986. Todos conhecem sua reputação, sua integridade moral e sua cultura jurídica. (...) Tenho certeza que, comprometido com a sua instituição, como sempre o fez, continuará sendo alicerce, dedicando-se à vanguarda de ações destinadas ao engrandecimento da Magistratura, do Judiciário, sempre com olhos voltados à realidade social e ao bom atendimento ao jurisdicionado. Cumprimento-o efusivamente em nome desta Corte e de todos os juízes do Estado”.

Depois de ouvir as saudações, o Des. Ruy Celso discursou e utilizou o momento para agradecer. “Cheguei a este momento da minha carreira graças ao trabalho de muitos, desde o mais humilde servidor das comarcas pelas quais passei. Agradeço a todos, que nestes vinte e cinco anos de magistratura, contribuíram de forma direta ou indireta para que eu pudesse exercer, com leveza, a nobre função de julgar”.

Ruy Celso falou também do Poder Judiciário atual que, em sua visão, abre-se para novas formas de estancar e solucionar conflitos. “Considero-me um privilegiado em participar desse momento da nossa Justiça”.

Concluindo seu discurso, o novo desembargador apontou o que se espera de um julgador moderno. “Que ele tenha consistência. Não seja um vazio em conhecimento e nem um tolo em sonhos. Mas sim, dotado de ideais e valores maiores, com discernimento suficiente para saber que é lei da física, da biologia e das religiões que só se colhe de acordo com o semeado”.