Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 4 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Sanesul mantém racionamento e super poço pode estar condenado

Sem o super poço será preciso manter o racionamento, porque os seis poços funcionando plenamente é insuficiente para atender a demanda, afirma Marcelo Piell.

Flávio Paes/Região News

29 de Julho de 2013 - 08:45

Uma equipe técnica da Sanesul de Campo Grande vai estar nesta segunda-feira  em Sidrolândia para fazer uma avaliação sobre as condições de vazão do super poço, que com uma produção de 185 m³ de água por hora, responde por 60% do abastecimento da cidade. No sábado foi concluída a substituição da bomba e às 20 horas foram iniciados os testes para extrair a água de coloração barrenta que aflorou.

Até o meio-dia deste domingo o abastecimento aparentemente estava normalizado, quando a bomba teve de ser desligada porque misturada a água vinha muita areia. O equipamento será novamente removido e desta vez, substituído por outra bomba com capacidade menor, com pressão para produzir 80 m³/hora, menos da metade da vazão total.

Se o problema persistir (continuar vindo à superfície muita areia) é possível que a solução seja desativar o poço e perfurar outro. Enquanto perdurar esta avaliação dos técnicos sobre o super poço, será mantido o esquema de racionamento colocado em prática pela estatal desde a última quarta-feira, um dia depois de iniciada a substituição da bomba.

Foi adotado um rodízio de bombeamento em que todas as regiões da cidade ficam 11 horas (em dois períodos do dia, um de seis e a outra de cinco horas) sem receber água. Para atenuar o problema está planejada a reativação de dois poços (na Escola Catarina e na Rua General Ozório, no São Bento), com capacidade para produzir 22 m³/hora, além de ampliar a produção dos poços existentes no Poço Vacaria, no Seminário, Jardim das Paineiras e nos fundos do escritório da Sanesul.

O gerente da empresa, Marcelo Piell, reconhece que será preciso manter o racionamento porque mesmo com todos os seis poços funcionando plenamente, não atinge a vazão suficiente para suprir a do super poço de 185 m³/hora, o equivalente a 60% das necessidades dos 34.400 usuários da cidade.

Em quase dois anos, esta já é a terceira vez que há necessidade de troca da bomba do super poço com interrupção do abastecimento de água. Em agosto de 2008, houve a primeira troca. No mês de outubro de 2012 foi feita uma manutenção e em seguida a troca do equipamento que funcionou até maio deste ano quando acontece nova substituição.

Esta nova bomba não funcionou nem três meses até apresentar problemas. O racionamento se agrava (mesmo com o abastecimento mantido por 13 das 24 horas do dia) porque boa parte dos usuários não dispõe de caixas d’água em suas casas.

Confira os horários em que os bairros ficarão sem água

Birro

Inicio

Encerramento

Inicio

Encerramento

Sidrolar

13:30

18:30

00:00

05:00

Paraíso

13:30

18:30

00:00

05:00

Diva Nantes

13:30

18:30

00:00

05:00

São Bento

13:30

20:00

01:00

05:00

Centro até até

22:00

07:00

15:00

18:00

Jardim do Sul

15:30

22:00

05:00

10:00

Santa Marta

15:30

22:00

05:00

10:00

Pé de Cedro

15:30

22:00

05:00

10:00

Carinhosa

15:30

22:00

05:00

10:00

Jandaia

15:30

22:00

05:00

10:00

Petrópolis

10:00

15:00

23:00

05:00

Cascatinha

10:00

15:00

23:00

05:00

Cascatinha I

15:30

22:00

05:00

10:00

Paineiras

15:30

22:00

05:00

10:00

Sol Nascente

22:00

07:00

15:00

18:00

Orquídeas

15:30

22:00

05:00

10:00

Vacaria

22:00

07:00

15:00

18:00

Nova Era

22:00

07:00

15:00

18:00

Pindorama

13:30

20:00

01:00

05:00

Tereré

18:00

05:00

09:00

12:00

Morada da Serra

18:00

05:00

09:00

12:00