Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Junho de 2024

Sidrolandia

Secretaria de Saúde em MS confirma morte de assentada por H1N1

Mulher de 44 anos é a sexta morte confirmada da doença no estado. Postos devem receber novas doses de vacina, diz secretário de saúde.

G1

31 de Julho de 2012 - 11:00

Uma mulher de 44 anos, moradora de um assentamento rural em Ponta Porã, a 346 km de Campo Grande, morreu vítima da gripe H1N1. A causa da morte foi confirmada na última segunda-feira (30) pelo Laboratório Central de Mato Grosso do Sul (Labcen). É a sexta morte provocada pelo vírus no estado este ano.

A vítima trabalhava como empregada doméstica e morava com o marido, dois filhos, dois netos e a nora no assentamento Itamaraty, onde vivem cerca de 3 mil famílias. Segundo parentes, a mulher começou a se sentir mal na semana passada e foi levada a um hospital público da cidade.

Moradores do assentamento relataram a falta de vacina nas unidades de saúde do Itamaraty. De acordo com o secretário de saúde de Ponta Porã, Josué Lopes, o município deve receber novas doses da vacina contra a gripe, e que apenas o grupo das gestantes não alcançou a meta de cobertura vacinal proposta pelo Ministério da Saúde.

Ponta Porã é o município do interior do estado com mais casos da doença confirmados: 9 registros. Em seguida, Dourados aparece com 5 casos confirmados, e Coxim com 4 casos. Campo Grande já registrou quatro mortes em decorrência do vírus.