Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 5 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Sesi detalha norma que trata de segurança e saúde no trabalho em frigoríficos

Representantes das indústrias frigoríficas de todo o Estado participaram de workshop sobre a NR 36 realizada no auditório do Sesi de Dourados

Daniel Pedra/Assessoria

10 de Setembro de 2013 - 14:19

A aplicação da NR 36 – Norma Regulamentadora sobre Segurança e Saúde no Trabalho em Empresas de Abate e Processamento de Carnes e Derivados – foi abordada durante workshop realizado pelo Sesi nesta terça-feira (10/09), no auditório da entidade em Dourados, com apoio da Fiems, CNI, Ubabef (União Brasileira de Avicultura), Abipecs (Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína), Abiec ( Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne) e Abrafrigo ( Associação Brasileira de Frigoríficos).

Para a enfermeira do trabalho do Sesi, Sheila Marciotti, que representou o superintendente Michael Gorski, o workshop teve o intuito de esclarecer aos representantes das indústrias frigoríficas as principais cláusulas da NR 36. “Essa Norma Regulamentadora é recente e justamente por isso alguns frigoríficos precisam se adequar. Esse workshop serviu para capacitá-los, além de esclarecer todas as dúvidas sobre a questão”, declarou.

Já a gerente do Sesi de Dourados, Rosilene Moreira, ressaltou a importância de discutir as mudanças contidas na NR 36. “Há uma grande necessidade de informações por parte dos frigoríficos. Por isso, o evento foi elaborado em acordo com os representantes dos trabalhadores, do Ministério do Trabalho e Emprego e das indústrias frigoríficas”, pontuou.

Palestras

Durante o workshop, o representante da ACAV (Associação Catarinense de Avicultura), Ricardo de Gouvêa, falou sobre os objetivos da NR 36. “A norma é recente, mas ao longo de dez anos vem sendo apontadas questões que a originaram, por isso é importante traçar a questão histórica da norma, para que todos entendam a origem e esclareçam eventuais dúvidas”, declarou.

Em seguida a engenheira civil e de segurança do trabalho Márcia Jacob e o engenheiro ambiental e de segurança do trabalho Moacir Cerigueli apresentaram a NR 36. “A nossa proposta é transmitir informação, esclarecendo como cada item foi interpretado quando da elaboração da norma e como ela deve ser aplicada”, disse Márcia Jacob.

Ela salientou que a Norma tem o intuito de trazer conforto e segurança ao trabalhador com um foco forte em ergonomia, adaptando o posto de trabalho ao colaborador. Já Moacir Cerigueli detalhou a parte técnica da segurança do trabalho presente na Norma Regulamentadora.

Repercussão

Na avaliação da assessora do Sicadems (Sindicato das Indústrias de Frios, Carnes e Derivados de Mato Grosso do Sul ), Jussara Andrekowisk, o workshop foi de extrema importância para o setor no Estado. “Vale a pena destacar que trazer esse tema já era uma demanda do Sicadems e hoje vemos representantes de diversas indústrias, inclusive de outros municípios, debatendo a Norma Regulamentadora”, disse.

Para a supervisora administrativa da Cooperativa Central Aurora Alimentos, Nicole Schneiders, o tema merece toda a atenção e por isso se deslocou de São Gabriel do Oeste, região norte do Estado, para participar do workshop em Dourados. “A Norma vem trazer algumas mudanças para o segmento. Ela chega para trabalhar preventivamente e, no nosso caso, intensificar o que a Aurora já faz”, apontou.

Ela salientou ainda a importância das empresas se atentarem à questão da qualidade de vida do trabalhador. “Isto, com certeza impacta no resultado final”, disse. A coordenadora de recursos humanos da BRF Foods em Dourados, Silvana Mendieta Benitis, também destacou que a empresa já tem foco na saúde e segurança dos trabalhadores. “A partir do momento em que o funcionário tem bem-estar dentro da empresa, ele consegue produzir melhor”, avaliou.

Já o engenheiro de segurança do trabalho do JBS em Campo Grande, Alan Koga, destacou que é de extrema importância a realização de eventos como o workshop. “Além de esclarecer nossas dúvidas, permite o contato com colegas de outras empresas para que possamos também trocar informações e buscar um alinhamento também”, assegurou.