Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 16 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Sidrolândia poderá ter três candidatos na disputa pela prefeitura

Acredita-se que 2 candidatos é certo na briga pela cadeira do executivo, atualmente ocupada por Daltro Fiuza

Marcos Tomé/Região News

28 de Abril de 2011 - 14:33

Lideranças politicas ligadas ao movimento “Pro-Renovação” do município de Sidrolândia farão o segundo encontro suprapartidário para discutir unificação eleitoral visando às eleições de 2012. Intitulado de “Blocão da Renovação” o grupo pretende aglutinar partidos na construção de um projeto para disputar a chefia do executivo.

Membros dos partidos: PT, PDT, PTdoB, PSL, PV, PSB, DEM, PR e PRP, foram convidados por uma comissão que tem como objetivo, alinhar os mesmos numa ampla discussão dos partidos visando o pleito de outubro do ano que vem. Além das lideranças politicas envolvidas no processo de formação de aliança, o Partido dos Trabalhadores, ensaia possível ato de filiação com a presença de Zeca do PT.

Acredita-se que 2 candidatos é certo na briga pela cadeira do executivo, atualmente ocupada por Daltro Fiuza (PMDB). O PSDB deverá encabeçar chapa de oposição ao atual prefeito que também deverá apresentar a sociedade sidrolandense, um nome que represente a continuidade de seu trabalho frente ao executivo municipal.

Por outro lado, o chamado “Blocão da Renovação” composto por diversos partidos e lideranças, ensaia uma “terceira via”, com objetivo de apresentar a população sidrolandense, nomes que representem a mudança de forma radical no setor da administração pública do município.

Com todos esses fatores, acredita-se que poderá haver três candidatos na disputa pela prefeitura sendo: Um da situação no caso do PMDB, ou partido da base governista, outro do PSDB, que representa a oposição ao atual governo e possivelmente, o terceiro candidato que sairia do blocão representando a força da renovação.

Especulações a parte, sabe-se que o assunto entorno da sucessão do atual Prefeito, dará muita discussão até dia 3 de outubro de 2012.