Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 27 de Fevereiro de 2024

Sidrolandia

Taxa de divórcios cresceu 56,5% em três anos; MS ocupa 5ª posição no ranking nacional

Com isso, houve uma queda de seis anos no tempo médio transcorrido entre a data do casamento e a da sentença de divórcio desde 2006 – de 19 para 13 anos.

Correio do Estado

17 de Dezembro de 2012 - 14:00

O número de divórcios em Mato Grosso do Sul aumentou 56,5% em três anos, segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Conforme os dados, no ano de 2009 foram 2,3 divórcios para cada mil habitantes de 15 anos ou mais de idade, em 2010 o índice ficou em 2,7 e aumentou para 3,6 em 2011. Com essa média, o estado ocupa a 5ª posição do país, ficando atrás apenas do Distrito Federal (4,8), Rondônia (4,7), Acre (3,8) e Espírito Santo (3,7).

Conforme a pesquisa, um dos fatores foi a mudança na Constituição Federal em 2010, que derrubou o prazo para se divorciar, tornando esta a forma efetiva de dissolução dos casamentos, sem a etapa prévia da separação.

Com isso, houve uma queda de seis anos no tempo médio transcorrido entre a data do casamento e a da sentença de divórcio desde 2006 – de 19 para 13 anos.

A idade média das pessoas que se divorciam no estado também caiu. Entre os homens a queda foi mais acentuada, em 2006 a média era de 44 anos, contra 41 em 2011. Já entre as mulheres a média de idade caiu em dois anos, passando de 40 em 2006 para 38 em 2011.

Casamentos

Ao mesmo tempo, em 2011, foram registrados 14.147 casamentos no estado, 3% a mais que no ano anterior. Neste quesito, MS também ocupa a 5ª posição, atrás apenas de Rondônia, Distrito Federal, Espírito Santo e Goiás.

As informações foram coletadas dos cartórios de registro civil, varas de família, foros ou varas cíveis e tabelionatos de notas do país.