Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Fevereiro de 2024

Sidrolandia

Temer afirma que vai aprovar reforma da Previdência e diz que mudanças vão cortar "privilégios"

Presidente deu declarações ao participar de evento no Planalto nesta segunda. Objetivo do governo é aprovar reforma ainda neste ano, mas falta consenso entre partidos sobre texto a ser votado.

G1

13 de Novembro de 2017 - 16:21

Uma semana após titubear em torno da capacidade do governo para aprovar a reforma da Previdência, o presidente Michel Temer afirmou nesta segunda-feira (13), ao discursar em um evento no Palácio do Planalto, que tem certeza de que conseguirá obter o respaldo do Congresso Nacional para mudar as regras previdenciárias.

Temer gerou polêmica e abalou o mercado financeiro na semana passada ao desabafar em uma reunião com líderes aliados que a reforma da Previdência em tramitação do Congresso desde dezembro não irá ser aprovada "em todo o conjunto", e afirmar que, se não der para aprová-la, "paciência".

Após a turbulência política e econômica provocada pela declaração, o peemedebista mudou o discurso e voltou a articular a aprovação das alterações nas regras da Previdência com o apoio do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

"Quem sabe neste ano, [aliás] 'quem sabe', não, com toda certeza, vamos fazer a reforma trabalhista, a previdenciária, que é fundamental para o país. Para desmistificar, para desmentir o que diziam no começo. [...] Nós estamos cortando privilégios, fazendo uma fórmula em que a reforma da Previdência leva em conta a idade", discursou o presidente da República, no Palácio do Planalto, no evento de lançamento do Cartão Reforma.